DFP011 3º Domingo depois da Epifania TC3

DFP011 3º Domingo depois da Epifania – Anos A,B e C – TC3

ANO A: Isaías 9:1-4; Salmo 27: 1, 4-9; 1 Coríntios 1:10-18; Mateus 4:12-23
ANO B: Jonas 3:1-5,10; Salmo 62:5-12; I Coríntios 7:29-31; Marcos 1:14-20
ANO C: Neemias 8:1-3,5-6,8-10; Salmo 19; I Corintios 12:12-31a; Lucas 4:14-21

Coleta para o 3º Domingo depois da Epifania: Concede-nos a graça, ó Deus, para responder prontamente ao chamado de nosso Senhor Jesus Cristo e proclamar a todos os povos as Boas Novas da sua salvação, para que nós e o mundo todo contemplemos a glória das suas maravilhosas obras; o qual vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém.
Prefácio da Epifania (Para ser usado também na Festa da Purificação, Anunciação e Transfiguração).
Porque, no mistério do Verbo feito carne, fizeste brilhar uma nova luz em nossos corações e conhecer tua glória na face de teu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor.

barra16
ANO A
Terceiro Domingo após a Epifania: Isaías 9:1-4; Salmo 27: 1, 4-9; 1 Coríntios 1:10-18; Mateus 4:12-23

Isaías 9:1-4
1 O povo que andava nas trevas viu uma grande luz, e uma luz brilhou para os que habitavam um país tenebroso.
2 Multiplicaste o povo, aumentaste o seu prazer. Vão alegrar-se diante de ti, como na alegria da colheita, como no prazer dos que repartem despojos de guerra.
3 Porque, como no dia de Madiã, quebraste a canga de suas cargas, a vara que batia em suas costas e o bastão do capataz de trabalhos forçados.
4 Porque toda bota que pisa com barulho e toda capa empapada de sangue serão queimadas, devoradas pelas chamas.

Salmos Litúrgicos
Livro 1
Quinto Dia: Oração Vespertina
Salmo 27: 1, 4-9 Dominus iliuminatio
O SENHOR é minha luz e minha salvação; a quem temerei? *O SENHOR é a fortaleza de minha vida; de quem me recearei?
4 Uma coisa tenho pedido ao SENHOR e a buscarei: Que assista na casa do SENHOR todos os dias de minha vida; * para contemplar o resplendor de Deus e instruir-me em seu templo.
5 Porque no dia da desgraça me ocultará em seu tabernáculo; *no recesso de seu templo me esconderá; me erguerá sobre um rochedo.
6 Agora exaltar-me-ás diante das pessoas que são contra mim; * oferecerei sacrifício de júbilo e cantarei louvores ao SENHOR.
7 Ouve, SENHOR, minha voz quando a ti clamo; * tem piedade de mim e me responde.
8 Busquem a minha face, tu disseste; * e meu coração te responde: A tua face, SENHOR, eu buscarei.
9 Não escondas de mim a tua face; não rejeites com ira quem te serve; tu tens sido meu auxílio; * não me deixes, nem me desampares, ó Deus de minha salvação.


1 Coríntios 1:10-18
10 Eu lhes peço, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo mantenham-se de acordo uns com os outros, para que não haja divisões. Sejam estreitamente unidos no mesmo espírito e no mesmo modo de pensar.
11 Meus irmãos, alguns da casa de Cloé me informaram que entre vocês existem brigas.
12 Eu me explico. É que uns dizem: «Eu sou de Paulo!» E outros: «Eu sou de Apolo!» E outros mais: «Eu sou de Pedro!» Outros ainda: «Eu sou de Cristo!»
13 Será que Cristo está dividido? Será que Paulo foi crucificado em favor de vocês? Ou será que vocês foram batizados em nome de Paulo?
14 Agradeço a Deus o fato de eu não ter batizado ninguém de vocês, a não ser Crispo e Caio.
15 Portanto, ninguém pode dizer que foi batizado em meu nome.
16 Ah! Sim. Batizei também a família de Estéfanas. Além deles, não me lembro de ter batizado nenhum outro de vocês.
17 De fato, Cristo não me enviou para batizar, mas para anunciar o Evangelho, sem recorrer à sabedoria da linguagem, a fim de que não se torne inútil a cruz de Cristo.
18 Pois a linguagem da cruz é loucura para aqueles que se perdem. Mas, para aqueles que se salvam, para nós, é poder de Deus


Mateus 4:12-23
12 Ao saber que João tinha sido preso, Jesus voltou para a Galiléia.
13 Deixou Nazaré, e foi morar em Cafarnaum, que fica às margens do mar da Galiléia, nos confins de Zabulon e Neftali,
14 para se cumprir o que foi dito pelo profeta Isaías:
15 «Terra de Zabulon, terra de Neftali, caminho do mar, região do outro lado do rio Jordão, Galiléia dos que não são judeus!
16 O povo que vivia nas trevas viu uma grande luz; e uma luz brilhou para os que viviam na região escura da morte.»
17 Daí em diante, Jesus começou a pregar, dizendo: «Convertam-se, porque o Reino do Céu está próximo.»
18 Jesus andava à beira do mar da Galiléia, quando viu dois irmãos: Simão, também chamado Pedro, e seu irmão André. Estavam jogando a rede no mar, pois eram pescadores.
19 Jesus disse para eles: «Sigam-me, e eu farei de vocês pescadores de homens.»
20 Eles deixaram imediatamente as redes, e seguiram a Jesus.
21 Indo mais adiante, Jesus viu outros dois irmãos: Tiago e João, filhos de Zebedeu. Estavam na barca com seu pai Zebedeu, consertando as redes. E Jesus os chamou.
22 Eles deixaram imediatamente a barca e o pai, e seguiram a Jesus.
23 Jesus andava por toda a Galiléia, ensinando em suas sinagogas, pregando a Boa Notícia do Reino, e curando todo tipo de doença e enfermidade do povo.

 

barra16
ANO B:
Jonas 3:1-5,10; Salmo 62:5-12; I Coríntios 7:29-31; Marcos 1:14-20

Jonas 3:1-5,10
1. A palavra do Senhor foi dirigida pela segunda vez a Jonas nestes termos:
2. Vai a Nínive, a grande cidade, e faze-lhe conhecer a mensagem que te ordenei.
3. Jonas pôs-se a caminho e foi a Nínive, segundo a ordem do Senhor. Nínive era, diante de Deus, uma grande cidade: eram precisos três dias para percorrê-la.
4. Jonas foi pela cidade durante todo um dia, pregando: Daqui a quarenta dias Nínive será destruída.
5. Os ninivitas creram (nessa mensagem) de Deus, e proclamaram um jejum, vestindo-se de sacos desde o maior até o menor.
10. Diante de uma tal atitude, vendo como renunciavam aos seus maus caminhos, Deus arrependeu-se do mal que resolvera fazer-lhes, e não o executou.


Salmos Litúrgicos
Livro II
Duodécimo Dia: Oração Matutina
Salmo 62:5-12 Nonne Deo?
5 Tranqüiliza-te em Deus, ó minha alma, * pois dele é que vem minha esperança!
6 Ele só é minha rocha e minha salvação; * é ele a minha defesa; não serei jamais abalado.
7 Em Deus está a minha salvação e glória; * minha fortaleza e meu refúgio estão em Deus,
8 Confiai nele em todo o tempo; * expandi na sua presença, vosso coração; Deus é nosso refúgio.
9 São apenas um sopro os homens de baixa condição; e os de elevada estirpe são mentira; * pesados na balança, todos eles são mais leves que a vaidade.
10 Não confieis na opressão, nem vos vanglorieis na rapina; * na riqueza, quando aumenta, não ponhais nela o coração.
11 Deus falou uma vez, duas vezes tenho ouvido: * O poder pertence a Deus.
12 A ti, SENHOR, pertence a misericórdia; * pois retribuis a cada um segundo suas obras.

I Coríntios 7:29-31
29. Mas eis o que vos digo, irmãos: o tempo é breve. O que importa é que os que têm mulher vivam como se a não tivessem;
30. os que choram, como se não chorassem; os que se alegram, como se não se alegrassem; os que compram, como se não possuíssem;
31. os que usam deste mundo, como se dele não usassem. Porque a figura deste mundo passa.


Marcos 1:14-20
14. Depois que João foi preso, Jesus dirigiu-se para a Galiléia. Pregava o Evangelho de Deus, e dizia:
15. “Completou-se o tempo e o Reino de Deus está próximo; fazei penitência e crede no Evangelho.”
16. Passando ao longo do mar da Galiléia, viu Simão e André, seu irmão, que lançavam as redes ao mar, pois eram pescadores.
17. Jesus disse-lhes: “Vinde após mim; eu vos farei pescadores de homens.”
18. Eles, no mesmo instante, deixaram as redes e seguiram-no.
19. Uns poucos passos mais adiante, viu Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam numa barca, consertando as redes. E chamou-os logo.
20. Eles deixaram na barca seu pai Zebedeu com os empregados e o seguiram.


barra16
ANO C
3º Domingo depois da Epifania: Neemias 8:1-3,5-6,8-10; Salmo 19; I Corintios 12:12-31a; Lucas 4:14-21

Neemias 8:1-3,5-6,8-10
1 todo o povo, como se fosse uma única pessoa, se reuniu na praça que fica em frente à porta das Águas. O povo pediu que Esdras, doutor da Lei, levasse o livro da Lei de Moisés, que Javé tinha dado a Israel.
2 Então o sacerdote Esdras levou o livro da Lei até a presença da assembléia. Era o dia primeiro do sétimo mês, e estavam reunidos homens, mulheres e todos os que tinham uso da razão.
3 Na praça diante da porta das Águas, desde o amanhecer até o meio-dia, Esdras leu o livro para todos os homens e mulheres e para todos os que tinham o uso da razão. Todo o povo seguia com atenção a leitura do livro da Lei.
5 Esdras abriu o livro à vista do povo todo, pois estava em lugar mais alto. Quando ele abriu o livro, o povo ficou de pé.
6 Esdras bendisse a Javé, o grande Deus, e todo o povo, com as mãos erguidas, respondeu: «Amém! Amém!» Depois se ajoelharam e se prostraram com o rosto por terra diante de Javé.
8 Liam o livro da Lei de Deus, traduzindo-o e dando explicações, para que o povo entendesse a leitura.
9 O governador Neemias, o sacerdote Esdras, doutor da Lei, e os levitas que instruíam o povo, vendo que as pessoas choravam ao escutar a leitura da Lei, disseram: «Hoje é dia consagrado a Javé, Deus de vocês! Não fiquem tristes e parem de chorar!»
10 Em seguida, Esdras falou: «Vão para casa, façam uma bela refeição, bebam um bom vinho e repartam com os que não têm nada, porque hoje é dia consagrado a nosso Senhor. Ninguém fique triste, pois a alegria de Javé é a força de vocês».

Salmos Litúrgicos
Livro 1
Quarto Dia: Oração Matutina
Salmo 19 Coeli enarrant
1-2 OS CÉUS proclamam a glória de Deus; * e o firmamento manifesta as obras de suas mãos.
3 Um dia a outro dia canta uma canção; * e uma noite aviva conhecimento a outra noite.
4 Sem fala, e sem palavras, * sem ouvir a sua voz.
5 Contudo, suas palavras vão até as extremidades do mundo; * aí pôs uma tenda para o sol;
6 É ele, qual noivo, que sai de seus aposentos * e se alegra, como herói, a percorrer o seu caminho.
7 Parte dum extremo dos céus e faz seu curso até o outro extremo; * e nada há que se furte a seu calor.
8 A lei do SENHOR é perfeita e refrigera a alma; * o testemunho do SENHOR é verdadeiro e dá sabedoria às pessoas símplices.
9 Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração;* o mandamento do SENHOR é puro e esclarece os olhos.
10 O temor do SENHOR é puro e permanece eternamente; *justos e verdadeiros são os seus preceitos.
11 São mais apreciáveis do que o ouro, sim, do que muito ouro apurado; *e mais doces do que o mel e o que os favos destiIam.
12 Por eles é teu povo advertido; * e em os guardar há grande recompensa.
13 Quem pode discernir seus próprios erros? * Purifica-me dos que me são ocultos.
14 Guarda, esta pessoa que te serve, também da arrogância; * então ficarei livre de grande pecado.
15 Sejam bem aceitas as palavras de minha boca, e o meditar de meu coração, perante a tua face, *ó SENHOR, rocha minha e redentor meu!

I Corintios 12:12-31a
12 De fato, o corpo é um só, mas tem muitos membros; e no entanto, apesar de serem muitos, todos os membros do corpo formam um só corpo. Assim acontece também com Cristo.
13 Pois todos fomos batizados num só Espírito para sermos um só corpo, quer sejamos judeus ou gregos, quer escravos ou livres. E todos bebemos de um só Espírito.
14 O corpo não é feito de um só membro, mas de muitos.
15 Se o pé diz: «Eu não sou mão; logo, não pertenço ao corpo», nem por isso deixa de fazer parte do corpo.
16 E se o ouvido diz: «Eu não sou olho; logo, não pertenço ao corpo», nem por isso deixa de fazer parte do corpo.
17 Se o corpo inteiro fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo ele fosse ouvido, onde estaria o olfato?
18 Deus é quem dispôs cada um dos membros no corpo, segundo a sua vontade.
19 Se o conjunto fosse um só membro, onde estaria o corpo?
20 Há, portanto, muitos membros, mas um só corpo.
21 O olho não pode dizer à mão: «Não preciso de você»; e a cabeça não pode dizer aos pés: «Não preciso de vocês.»
22 Os membros do corpo que parecem mais fracos são os mais necessários;
23 e aqueles membros do corpo que parecem menos dignos de honra são os que cercamos de maior honra; e os nossos membros que são menos decentes, nós os tratamos com maior decência;
24 os que são decentes não precisam desses cuidados. Deus dispôs o corpo de modo a conceder maior honra ao que é menos nobre,
25 a fim de que não haja divisão no corpo, mas os membros tenham igual cuidado uns para com os outros.
26 Se um membro sofre, todos os membros participam do seu sofrimento; se um membro é honrado, todos os membros participam de sua alegria.
27 Ora, vocês são o corpo de Cristo e são membros dele, cada um no seu lugar.
28 Aqueles que Deus estabeleceu na Igreja são, em primeiro lugar, apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres… A seguir vêm os dons dos milagres, das curas, da assistência, da direção e o dom de falar em línguas.
29 Por acaso, são todos apóstolos? Todos profetas? Todos mestres? Todos realizam milagres?
30 Têm todos o dom de curar? Todos falam línguas? Todos as interpretam?
31a Aspirem aos dons mais altos.


Lucas 4:14-21
14 Jesus voltou para a Galiléia, com a força do Espírito, e sua fama espalhou-se por toda a redondeza.
15 Ele ensinava nas sinagogas, e todos o elogiavam.
16 Jesus foi à cidade de Nazaré, onde se havia criado. Conforme seu costume, no sábado entrou na sinagoga, e levantou-se para fazer a leitura.
17 Deram-lhe o livro do profeta Isaías. Abrindo o livro, Jesus encontrou a passagem onde está escrito:
18 «O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou com a unção, para anunciar a Boa Notícia aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos presos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos,
19 e para proclamar um ano de graça do Senhor.»
20 Em seguida Jesus fechou o livro, o entregou na mão do ajudante, e sentou-se. Todos os que estavam na sinagoga tinham os olhos fixos nele.
21 Então Jesus começou a dizer-lhes: «Hoje se cumpriu essa passagem da Escritura, que vocês acabam de ouvir.»