DFP045 Domingo – Próprio 4

DFP045 Domingo 3 de junho de 2018 – PrÓprio 4 (TC9):

Próprio 4, domingo de 29 de maio a 4 de junho:
O Deus, em tua infinita providência firma-nos na fé que colocaste em nossos corações, permite que, pela tua graça, sejamos inabaláveis e a confessemos diante de todas adversidades, mediante nosso Senhor Jesus Cristo, que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém.
* Prefácio do Dia do Senhor (Para ser usado somente aos domingos).
De Deus Pai
Pois Tu és a fonte da luz e da vida; fizeste-nos à tua imagem e nos chamaste a uma vida nova em Jesus Cristo, nosso Senhor.
De Deus Filho
Mediante Jesus Cristo, nosso Senhor, que, no primeiro dia da semana, venceu a morte e o túmulo, e, por sua gloriosa ressurreição, nos abriu as portas da vida eterna.
De Deus Espírito Santo
Porque nos fizeste nascer da água e do Espírito Santo, tornando-nos teu povo, em Jesus Cristo, nosso Senhor, para manifestar a tua glória ao mundo.

barra16
Ano A:
Gênesis 6:9-22;7:24;8:14-19; Salmo 46; Romanos 1:16-17;3:22b-28[29-31]; Mateus 7:21-29 OU Deuteronômio 11:18-21,26-28; Salmo 31:1-5,19-24; Romanos 1:16-17;3:22b-28[29-31]; Mateus 7:21-29

Gênesis 6:9-22;7:24;8:14-19
9* Eis a história de Noé. Noé era um homem justo, íntegro entre seus contemporâneos, e andava com Deus. 10 Noé gerou três filhos: Sem, Cam e Jafé. 11 A terra se corrompera diante de Deus e estava cheia de violência. 12 Deus viu a terra corrompida, porque todo homem da terra tinha se corrompido em seu comportamento.
13 Então Deus disse a Noé: «Para mim, chegou o fim de todos os homens, porque a terra está cheia de violência por causa deles. Vou destruí-los junto com a terra. 14 Faça para você uma arca de madeira resinosa; divida em compartimentos e calafete com piche, por dentro e por fora. 15 A arca deverá ter as seguintes dimensões: cento e cinqüenta metros de comprimento, vinte e cinco de largura e quinze de altura. 16 No alto da arca, faça uma clarabóia de meio metro, como arremate. Faça a entrada da arca pelo lado; e faça a arca em três andares superpostos.
17 Eu vou mandar o dilúvio sobre a terra, para exterminar todo ser vivo que respira debaixo do céu: tudo o que há na terra vai perecer. 18 Mas com você eu vou estabelecer a minha aliança, e você entrará na arca com sua mulher, seus filhos e as mulheres de seus filhos. 19 Tome um casal de cada ser vivo, isto é, macho e fêmea, e coloque-os na arca, para que conservem a vida juntamente com você. 20 De cada espécie de aves, de cada espécie de animais, de cada espécie de todos os répteis da terra, tome com você um casal, para os conservar vivos. 21 Quanto a você, ajunte e armazene todo tipo de alimento; isso vai servir de alimento para você e para eles». 22 E Noé fez tudo como Deus havia mandado.
Gênesis 7:24
24 E a enchente encobriu a terra durante cento e cinqüenta dias.
Gênesis 8:14-19
14 No vigésimo sétimo dia do segundo mês, a terra estava seca.15 Então Deus disse a Noé: 16 «Saia da arca com seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos. 17 Todos os seres vivos que estão com você, todos os animais, aves e répteis, faça-os sair com você: que encham a terra, sejam fecundos e se multipliquem na terra». 18 Então Noé saiu com seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos; 19 e todas as feras, animais domésticos, aves e répteis saíram da arca, uma espécie depois da outra.


Salmo 46
Salmos Litúrgicos Livro II Nono Dia Oração Matutina Salmo 46 Deus noster refugium
DEUS é nosso refúgio e fortaleza; * auxílio sempre encontrado na tribulação.
2 Pelo que não tememos, ainda que a terra se abale; * ainda que se abatam as montanhas nas profundezas dos mares;
3 Ainda que as águas ruiam e espumem; * e estremeçam as montanhas por causa de sua violência.
4 Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus; * o santuário e morada do Altíssimo.
5 Deus está no meio dela, jamais será abalada; * Deus a auxilia desde o romper da aurora.
6 Agitaram-se nações, abalaram-se remos; * ao fazer ele ouvir sua voz, desfez-se a terra.
7 O SENHOR Todo-poderoso está conosco; * Deus é o nosso alto refúgio.
8 Venham, contemplem as obras do SENHOR; * que tremendas coisas tem feito na terra!
9 Ele é quem põe fim às guerras até os confins da terra; * quebra o arco, despedaça a lança e queima os carros de guerra.
10 Acalmem-se, diz ele, e saibam que eu sou Deus; * serei exaltado entre as nações, serei exaltado sobre a terra.
11 O SENHOR Todo-poderoso está conosco; * Deus é o nosso alto refúgio.


Romanos 1:16-17;3:22b-28[29-31]
16 Não me envergonho do Evangelho, pois ele é força de Deus para a salvação de todo aquele que acredita, do judeu em primeiro lugar, mas também do grego. 17 De fato, no Evangelho a justiça se revela única e exclusivamente através da fé, conforme diz a Escritura: «o justo vive pela fé.»
Romanos 3:22b-28[29-31]
22b E não há distinção: 23 todos pecaram e estão privados da glória de Deus, 24 mas se tornam justos gratuitamente pela sua graça, mediante a libertação realizada por meio de Jesus Cristo. 25 Deus o destinou a ser vítima que, mediante seu próprio sangue, nos consegue o perdão, contanto que nós acreditemos. Assim Deus manifestou sua justiça, pois antes deixava pecar sem intervir: 26 eram os tempos da paciência de Deus. Mas, no tempo presente, ele manifesta a sua justiça para ser justo e para tornar justo quem tem fé em Jesus. 27 Então, onde está o motivo de se gloriar? Foi eliminado. Por qual lei? Pela lei das obras? Não, pela lei da fé. 28 Pois, esta é a nossa tese: o homem se torna justo através da fé, independentemente da observância da Lei.
29 Então, será que Deus é Deus somente dos judeus? Não será também Deus dos pagãos? Sim, ele é Deus também dos pagãos. 30 De fato, há um só Deus que justifica, pela fé, tanto os circuncidados como os não circuncidados. 31 Então, pela fé anulamos a Lei? De forma nenhuma! Pelo contrário, nós a confirmamos


Mateus 7:21-29
21 «Nem todo aquele que me diz ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino do Céu. Só entrará aquele que põe em prática a vontade do meu Pai, que está no céu.
22 Naquele dia muitos me dirão: ‘Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos? Não foi em teu nome que expulsamos demônios? E não foi em teu nome que fizemos tantos milagres?’ 23 Então, eu vou declarar a eles: Jamais conheci vocês. Afastem-se de mim, malfeitores!»
24 «Portanto, quem ouve essas minhas palavras e as põe em prática, é como o homem prudente que construiu sua casa sobre a rocha. 25 Caiu a chuva, vieram as enxurradas, os ventos sopraram com força contra a casa, mas a casa não caiu, porque fora construída sobre a rocha.
26 Por outro lado, quem ouve essas minhas palavras e não as põe em prática, é como o homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia. 27 Caiu a chuva, vieram as enxurradas, os ventos sopraram com força contra a casa, e a casa caiu, e a sua ruína foi completa!»
28 Quando Jesus acabou de dizer essas palavras, as multidões ficaram admiradas com o seu ensinamento, 29 porque Jesus ensinava como alguém que tem autoridade, e não como os doutores da Lei.


OU


Deuteronômio 11:18-21,26-28
18 Coloquem essas minhas palavras no seu coração e na sua alma! Amarrem essas palavras na mão como sinal. E que elas sejam para vocês como faixa entre os olhos. 19 Vocês devem ensiná-las a seus filhos, falando delas sentado em casa e andando pelo caminho, deitado e de pé. 20 Você deverá escrevê-las nos batentes da sua casa e nas portas da sua cidade, 21 para que os dias de vocês e os dias de seus filhos se multipliquem sobre a terra que Javé jurou dar aos antepassados de vocês, e sejam dias tão numerosos quanto os dias em que o céu permanecer sobre a terra.
26 Vejam! Hoje eu estou colocando diante de vocês a bênção e a maldição. 27 A bênção, se vocês obedecerem aos mandamentos de Javé seu Deus, que eu hoje lhes ordeno. 28 A maldição, se não obedecerem aos mandamentos de Javé seu Deus, desviando-se do caminho que eu hoje lhes ordeno, para seguir outros deuses que vocês não conheceram.

 

Salmos Litúrgicos Livro 1 Sexto Dia: Oração Matutina
Salmo 31:1-5,19-24 In te, Domine, speravi
EM ti, SENHOR, busco refúgio: não viva eu em confusão; * livra-me em tua retidão.
2 Inclina para mim os teus ouvidos, apressa-te em me livrar; * sê para mim um rochedo inexpugnável, um baluarte onde me salve.
3 Pois tu és a rocha de minha salvação e minha fortaleza; * tu me conduzirás e guiarás, por amor do teu Nome.
4 Tirar-me-ás do laço oculto, que me armaram; * pois tu és a minha fortaleza.
5 Nas tuas mãos entrego o meu espírito; * tu me redimiste, ó SENHOR, Deus de verdade.
19 Oh! quão grande é a bondade que preservas para quem te teme! * Tu a preparaste para quem em ti confia, perante a humanidade.
20 Tu proteges estas pessoas na intimidade da tua presença; * no teu abrigo estarão livres das intrigas humanas.
21 Bendito seja o SENHOR, * pois numa cidade fortificada fez maravilhosa a sua misericórdia para comigo.
22 Dizia eu na minha precipitação: Me retirastes de diante de teus olhos; * -mas tu ouviste a voz das minhas súplicas quando a ti clamei.
23 Amem ao SENHOR, vocês que vivem em santidade; * porque o SENHOR guarda quem é fiel, mas castiga quem usa de arrogância.
24 Tenham bom ânimo e fortaleça-se o coração de vocês; * vocês, todas as pessoas que esperam no SENHOR.

 

Romanos 1:16-17;3:22b-28[29-31]
16 Não me envergonho do Evangelho, pois ele é força de Deus para a salvação de todo aquele que acredita, do judeu em primeiro lugar, mas também do grego. 17 De fato, no Evangelho a justiça se revela única e exclusivamente através da fé, conforme diz a Escritura: «o justo vive pela fé.»
Romanos 3:22b-28[29-31]
22b E não há distinção: 23 todos pecaram e estão privados da glória de Deus, 24 mas se tornam justos gratuitamente pela sua graça, mediante a libertação realizada por meio de Jesus Cristo. 25 Deus o destinou a ser vítima que, mediante seu próprio sangue, nos consegue o perdão, contanto que nós acreditemos. Assim Deus manifestou sua justiça, pois antes deixava pecar sem intervir: 26 eram os tempos da paciência de Deus. Mas, no tempo presente, ele manifesta a sua justiça para ser justo e para tornar justo quem tem fé em Jesus. 27 Então, onde está o motivo de se gloriar? Foi eliminado. Por qual lei? Pela lei das obras? Não, pela lei da fé. 28 Pois, esta é a nossa tese: o homem se torna justo através da fé, independentemente da observância da Lei.
29 Então, será que Deus é Deus somente dos judeus? Não será também Deus dos pagãos? Sim, ele é Deus também dos pagãos. 30 De fato, há um só Deus que justifica, pela fé, tanto os circuncidados como os não circuncidados. 31 Então, pela fé anulamos a Lei? De forma nenhuma! Pelo contrário, nós a confirmamos

 

Mateus 7:21-29
21 «Nem todo aquele que me diz ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino do Céu. Só entrará aquele que põe em prática a vontade do meu Pai, que está no céu.
22 Naquele dia muitos me dirão: ‘Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos? Não foi em teu nome que expulsamos demônios? E não foi em teu nome que fizemos tantos milagres?’ 23 Então, eu vou declarar a eles: Jamais conheci vocês. Afastem-se de mim, malfeitores!»
24 «Portanto, quem ouve essas minhas palavras e as põe em prática, é como o homem prudente que construiu sua casa sobre a rocha. 25 Caiu a chuva, vieram as enxurradas, os ventos sopraram com força contra a casa, mas a casa não caiu, porque fora construída sobre a rocha.
26 Por outro lado, quem ouve essas minhas palavras e não as põe em prática, é como o homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia. 27 Caiu a chuva, vieram as enxurradas, os ventos sopraram com força contra a casa, e a casa caiu, e a sua ruína foi completa!»
28 Quando Jesus acabou de dizer essas palavras, as multidões ficaram admiradas com o seu ensinamento, 29 porque Jesus ensinava como alguém que tem autoridade, e não como os doutores da Lei.

barra16
Ano B:
ISamuel 3:1-10 [11-20]; Salmo 139:1-6, 13-18; II Coríntios 4:5-12; Marcos 2:23-3:6 OU Deuteronômio 5:12-15; Salmo 81:1-10; II Coríntios 4:5-12; Marcos 2:23-3:6

ISamuel 3:1-10 [11-20]
1 O menino Samuel servia a Javé, sob as ordens de Eli. A palavra de Javé se manifestava raramente nesse tempo e as visões não eram freqüentes. 2 Certo dia, Eli estava deitado em seu quarto. Seus olhos começavam a enfraquecer e ele já não podia enxergar. 3 A lâmpada do santuário ainda não tinha sido apagada e Samuel estava deitado no santuário de Javé, onde se encontrava a arca de Deus. 4 Javé chamou: «Samuel, Samuel». Ele respondeu: «Estou aqui». 5 Ele foi correndo para junto de Eli e disse: «Estou aqui. O senhor me chamou?» Eli respondeu: «Não, eu não chamei você. Vá se deitar». Samuel foi se deitar, 6 e Javé o chamou outra vez. Samuel se levantou, foi até onde Eli estava, e lhe disse: «Estou aqui. O senhor me chamou?» Eli respondeu: «Não chamei você, meu filho. Vá se deitar». 7 Samuel ainda não conhecia Javé, e a palavra de Javé ainda não lhe tinha sido revelada. 8 Javé tornou a chamar Samuel pela terceira vez. Samuel se levantou, foi onde Eli estava, e lhe disse: «Estou aqui. O senhor me chamou?» Então Eli percebeu que era Javé quem estava chamando o menino. 9 E disse a Samuel: «Vá e fique deitado. Se alguém chamar você de novo, diga: ‘Fala, Javé, que o teu servo escuta’ «. E Samuel foi se deitar no seu lugar. 10 Javé se apresentou e o chamou como antes: «Samuel, Samuel». Então Samuel respondeu: «Fala, que o teu servo escuta».
11 Javé disse a Samuel: «Olhe. Vou fazer uma coisa em Israel que vai ficar zunindo no ouvido de todos os que a ouvirem. 12 Nesse dia, vou executar contra Eli e sua família tudo o que anunciei, do começo até o fim. 13 Comunique a Eli que estou condenando a família dele para sempre, porque ele sabia que seus filhos desonravam a Deus e não os repreendeu. 14 Por isso, juro à família de Eli que sua injustiça nunca será perdoada, nem com sacrifícios, nem com ofertas».
15 Samuel continuou deitado até de manhã. Depois abriu as portas do santuário. Estava com medo de contar a visão a Eli. 16 Mas Eli o chamou: «Samuel, meu filho». Samuel respondeu: «Estou aqui». 17 Eli perguntou: «O que foi que ele disse a você? Não me esconda nada. Que Deus o castigue, se você me esconder alguma coisa do que ele disse». 18 Então Samuel lhe contou tudo, e não escondeu nada. Eli comentou: «Ele é Javé. Que ele faça o que lhe pareça melhor». 19 Samuel crescia, e Javé estava com ele. Nenhuma das palavras que Javé lhe disse deixou de se cumprir. 20 E todo o Israel, desde Dã até Bersabéia, ficou sabendo que Samuel era um profeta confirmado por Javé.


Salmos Litúrgicos Livro V Vigésimo Nono Dia: Oração Matutina
Salmo 139:1-6,13-18 Domine, probasti
SENHOR, * tu me sondaste e me conheces.
2 Tu sabes o meu sentar e o meu levantar; * conheces, de longe, o meu pensamento.
3 Observas o meu caminhar e o meu repouso, * estás a par de todos os meus caminhos.
4 Não havendo ainda palavra na minha língua, * já tu, SENHOR, a conheces toda.
5 Por todos os lados tu me cercas, * e pões sobre mim a tua mão.
6 Tal conhecimento é para mim maravilhoso demais, * elevado é, não posso atingir.
13 Fizeste os meus rins; * em minha mãe, tu formaste minhas entranhas.
14 Eu te louvarei porque singularmente me distingo entre tuas obras maravilhosas, * e minha alma o reconhece muito bem.
15 O conjunto de meus ossos não te foi oculto, embora constituído em secredo, * e formado nas profundezas da terra.
16 Teus olhos me viram em embrião, e no teu livro registraram-se os dias que se escoavam, * sem faltar nenhum deles.
17 Eis porque, ó Deus, são preciosos para mim os teus pensamentos! * E quão grande é a soma deles!
18 Tentasse eu decifrá-los e se multiplicariam mais que a areia! * Estremeço, desperto, e ainda estou contigo.


II Coríntios 4:5-12
5 Não pregamos a nós mesmos, mas Cristo Jesus, Senhor. Quanto a nós mesmos é como servos de vocês que nos apresentamos, por causa de Jesus. 6 Pois o Deus que disse: «Do meio das trevas brilhe a luz!» foi ele mesmo que reluziu em nossos corações para fazer brilhar o conhecimento da glória de Deus, que resplandece na face de Cristo.
7 Todavia, esse tesouro nós o levamos em vasos de barro, para que todos reconheçam que esse incomparável poder pertence a Deus e não é propriedade nossa. 8 Somos atribulados por todos os lados, mas não desanimamos; somos postos em extrema dificuldade, mas não somos vencidos por nenhum obstáculo; 9 somos perseguidos, mas não abandonados; prostrados por terra, mas não aniquilados. 10 Sem cessar e por toda parte levamos em nosso corpo a morte de Jesus, a fim de que também a vida de Jesus se manifeste em nosso corpo. 11 De fato, embora estejamos vivos, somos sempre entregues à morte por causa de Jesus, a fim de que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal. 12 Desse modo, em nós trabalha a morte; e em vocês, a vida.


Marcos 2:23-3:6
23 Num dia de sábado, Jesus estava passando por uns campos de trigo. Os discípulos iam abrindo caminho, e arrancando as espigas. 24 Então os fariseus perguntaram a Jesus: «Vê: por que os teus discípulos estão fazendo o que não é permitido em dia de sábado?» 25 Jesus perguntou aos fariseus: «Vocês nunca leram o que Davi e seus companheiros fizeram quando estavam passando necessidade e sentindo fome? 26 Davi entrou na casa de Deus, no tempo em que Abiatar era sumo sacerdote, comeu dos pães oferecidos a Deus e os deu também para os seus companheiros. No entanto só os sacerdotes podem comer desses pães.» 27 E Jesus acrescentou: «O sábado foi feito para servir ao homem, e não o homem para servir ao sábado. 28 Portanto, o Filho do Homem é senhor até mesmo do sábado.»
Marcos 3:1-6
1 Jesus entrou de novo na sinagoga, onde estava um homem com a mão seca. 2 Havia aí algumas pessoas espiando, para verem se Jesus ia curá-lo em dia de sábado, e assim poderem acusá-lo. 3 Jesus disse ao homem da mão seca: «Levante-se e fique no meio.» 4 Depois perguntou aos outros: «O que é que a Lei permite no sábado: fazer o bem ou fazer o mal, salvar uma vida ou matá-la?» Mas eles não disseram nada. 5 Jesus então olhou ao seu redor, cheio de ira e tristeza, porque eles eram duros de coração. Depois disse ao homem: «Estenda a mão.» O homem estendeu a mão e ela ficou boa. 6 Logo depois, os fariseus saíram da sinagoga e, junto com alguns do partido de Herodes, faziam um plano para matar Jesus.


OU


Deuteronômio 5:12-15
12 Observe o dia de sábado, para santificá-lo, como ordenou Javé seu Deus. 13 Trabalhe durante seis dias e faça todas as suas tarefas. 14 O sétimo dia, porém, é o sábado de Javé seu Deus. Não faça trabalho nenhum, nem você, nem seu filho, nem sua filha, nem seu escravo, nem sua escrava, nem seu boi, nem seu jumento, nem qualquer um de seus animais, nem o imigrante que vive em suas cidades. Desse modo, seu escravo e sua escrava poderão repousar como você. 15 Lembre-se: você foi escravo na terra do Egito, e Javé seu Deus o tirou de lá com mão forte e braço estendido. É por isso que Javé seu Deus ordenou que você guardasse o dia de sábado.


Salmos Litúrgicos Livro III 16º Dia: Oração Matutina
Salmo 81:1-10 Exultate Deo
CANTEM de júbilo a Deus, fortaleza nossa; * ergam alegres vozes ao DEUS de Jacó.
2 Toquem a harpa e façam soar o pandeiro; * a harpa melodiosa e o alaúde.
3 Toquem a trombeta pela lua nova; * pela lua cheia, no dia da nossa festa.
4 Pois isto é um mandamento para Israel, * uma ordenança do DEUS de Jacó.
5 Ele o prescreveu a José por testemunho, na terra do Egito, * onde ouviu uma língua que não entendia.
6 Livrei o seu ombro da carga; e as suas mãos ficaram livres da servidão.
7 Na angústia clamaste e te libertei; respondi no lugar secreto dos trovões; * te pus à prova junto às águas de Meribá.
8 Ouve, povo meu, e eu te exortarei! * O Israel, se me escutasses!
9 Não haja entre ti divindade estranha; * nem adores deuses falsos.
10 Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirei da terra do Egito; * abre bem a tua boca e te fartarei.


II Coríntios 4:5-12
5 Não pregamos a nós mesmos, mas Cristo Jesus, Senhor. Quanto a nós mesmos é como servos de vocês que nos apresentamos, por causa de Jesus. 6 Pois o Deus que disse: «Do meio das trevas brilhe a luz!» foi ele mesmo que reluziu em nossos corações para fazer brilhar o conhecimento da glória de Deus, que resplandece na face de Cristo.
7 Todavia, esse tesouro nós o levamos em vasos de barro, para que todos reconheçam que esse incomparável poder pertence a Deus e não é propriedade nossa. 8 Somos atribulados por todos os lados, mas não desanimamos; somos postos em extrema dificuldade, mas não somos vencidos por nenhum obstáculo; 9 somos perseguidos, mas não abandonados; prostrados por terra, mas não aniquilados. 10 Sem cessar e por toda parte levamos em nosso corpo a morte de Jesus, a fim de que também a vida de Jesus se manifeste em nosso corpo. 11 De fato, embora estejamos vivos, somos sempre entregues à morte por causa de Jesus, a fim de que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal. 12 Desse modo, em nós trabalha a morte; e em vocês, a vida.


Marcos 2:23-3:6
23 Num dia de sábado, Jesus estava passando por uns campos de trigo. Os discípulos iam abrindo caminho, e arrancando as espigas. 24 Então os fariseus perguntaram a Jesus: «Vê: por que os teus discípulos estão fazendo o que não é permitido em dia de sábado?» 25 Jesus perguntou aos fariseus: «Vocês nunca leram o que Davi e seus companheiros fizeram quando estavam passando necessidade e sentindo fome? 26 Davi entrou na casa de Deus, no tempo em que Abiatar era sumo sacerdote, comeu dos pães oferecidos a Deus e os deu também para os seus companheiros. No entanto só os sacerdotes podem comer desses pães.» 27 E Jesus acrescentou: «O sábado foi feito para servir ao homem, e não o homem para servir ao sábado. 28 Portanto, o Filho do Homem é senhor até mesmo do sábado.»
Marcos 3:1-6
1 Jesus entrou de novo na sinagoga, onde estava um homem com a mão seca. 2 Havia aí algumas pessoas espiando, para verem se Jesus ia curá-lo em dia de sábado, e assim poderem acusá-lo. 3 Jesus disse ao homem da mão seca: «Levante-se e fique no meio.» 4 Depois perguntou aos outros: «O que é que a Lei permite no sábado: fazer o bem ou fazer o mal, salvar uma vida ou matá-la?» Mas eles não disseram nada. 5 Jesus então olhou ao seu redor, cheio de ira e tristeza, porque eles eram duros de coração. Depois disse ao homem: «Estenda a mão.» O homem estendeu a mão e ela ficou boa. 6 Logo depois, os fariseus saíram da sinagoga e, junto com alguns do partido de Herodes, faziam um plano para matar Jesus.


barra16
Ano C:
I Reis 18:20-21[22-29]30-39; Salmo 96; Gálatas 1:1-12; Lucas 7:1-10 OU I Reis 8:22-23, 41-43; Salmo 96:1-9; Gálatas 1:1-12; Lucas 7:1-10

I Reis 18:20-21[22-29]30-39
20 Acab convocou todos os israelitas e reuniu os profetas no monte Carmelo. 21 Então Elias se aproximou do povo e disse: «Até quando vocês vão mancar com as duas pernas? Se Javé é o Deus verdadeiro, sigam a Javé. Se é Baal, sigam a Baal». O povo nada respondeu.
22 Então Elias continuou: «Fiquei sozinho como profeta de Javé, enquanto os profetas de Baal são quatrocentos e cinqüenta. 23 Tragam aqui dois bezerros: vocês vão escolher um. Depois de cortá-lo em pedaços, o coloquem sobre a lenha, mas não acendam o fogo. Eu vou preparar o outro bezerro, o colocarei sobre a lenha e também não acenderei o fogo. 24 Vocês invocarão o deus de vocês e eu invocarei a Javé. O Deus que responder, enviando fogo, é o Deus verdadeiro». Todo o povo concordou: «A proposta é boa».

25 Então Elias disse aos profetas de Baal: «Escolham um bezerro e preparem primeiro, pois vocês são maioria. Invoquem o nome do deus de vocês, mas não acendam o fogo». 26 Então eles pegaram o bezerro, o prepararam e ficaram invocando a Baal, desde o amanhecer até o meio-dia, e suplicando: «Baal, responde-nos». Mas não se ouvia nenhuma voz, nenhuma resposta, apesar de dançarem, dobrando os joelhos, ao redor do altar que tinham feito. 27 Pelo meio-dia, Elias começou a zombar deles: «Gritem mais alto; Baal é deus, mas pode ser que esteja ocupado. Quem sabe teve que se ausentar. Ou então, está viajando. Talvez esteja dormindo e seja preciso acordá-lo». 28 Então eles gritavam mais alto e, conforme o costume deles, fizeram talhos no próprio corpo com espadas e lanças, até escorrer sangue. 29 Depois do meio-dia, entraram em transe até a hora da apresentação das ofertas. Mas não se ouvia nenhuma voz, nenhuma palavra, nenhuma resposta.
30 Então Elias disse a todo o povo: «Venham aqui». Todos se aproximaram, e Elias reconstruiu o altar de Javé, que estava demolido. 31 Pegou doze pedras, conforme o número das doze tribos dos filhos de Jacó, a quem Javé tinha dito: «Você se chamará Israel». 32 E com as pedras construiu um altar em honra de Javé. Fez em volta do altar um canal capaz de conter duas arrobas de sementes. 33 Empilhou a lenha, cortou o bezerro em pedaços e o colocou sobre a lenha. 34 Depois disse: «Encham quatro baldes de água e derramem sobre a vítima e sobre a lenha». Eles assim fizeram. Então Elias disse: «Façam tudo outra vez». E eles tornaram a fazer. Elias voltou a dizer: «Façam isso pela terceira vez». Eles assim fizeram. 35 A água escorreu ao redor do altar, e até o canal ficou cheio de água.
36 Chegando a hora da oferta, o profeta Elias se aproximou e rezou: «Javé, Deus de Abraão, de Isaac e de Israel, todos saibam hoje que tu és Deus em Israel, que eu sou teu servo e que foi por tua ordem que eu fiz todas essas coisas. 37 Responde-me, para que este povo reconheça que tu, Javé, és o Deus verdadeiro, e que és tu que convertes o coração deles». 38 Então Javé mandou um raio que consumiu a vítima, a lenha, as pedras e as cinzas, e secou a água que estava no canal. 39 O povo viu tudo isso e prostrou-se no chão, exclamando: «Javé é o Deus verdadeiro! Javé é o Deus verdadeiro!»


Salmos Litúrgicos Livro IV 19º Dia: Oração Matulina
Salmo 96 Cantate Domino
CANTEM ao SENHOR um cântico novo; * cante ao SENHOR toda a terra.
2 Cantem ao SENHOR, bendigam o seu Nome; * anunciem cada dia a sua salvação.
3 Proclamem entre as nações a sua glória; * entre todos os povos as suas maravilhas.
4 Porque grande é o SENHOR e digno de louvor; * é poderoso acima de todas as divindades.
5 Pois vãs são todas as divindades dos povos; * mas o SENHOR fez os céus.
6 Em sua presença há esplendor e majestade; * força e beleza em seu santuário.
7 Tributem ao SENHOR, ó famílias dos povos, * tributem ao SENHOR honra e poder.
8 Tributem ao SENHOR a glória devida a seu Nome; tragam oferendas e entrem em seus átrios.
9 Adorem ao SENHOR na beleza da santidade; * trema à sua presença toda a terra.
10 Digam entre as nações que o SENHOR reina; assim o mundo está firme e não pode ser abalado; * ele julga os povos com retidão.
11 Alegrem-se os céus e exulte a terra; * ruja o mar e tudo o que nele vive.
12 Alegre-se o campo e tudo o que há nele; * haja regozijo entre as árvores da terra.
13 Na presença do SENHOR, porque ele vem, sim, vem julgar a terra; * julgará o mundo com justiça, e os povos com a sua verdade.


Gálatas 1:1-12
1 Paulo, apóstolo não da parte dos homens, nem por meio de um homem, mas da parte de Jesus Cristo e de Deus Pai, que o ressuscitou dos mortos. 2 Eu e todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia. 3 Que a graça e a paz de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo estejam com vocês. 4 Cristo entregou-se pelos nossos pecados para nos arrancar deste mundo mau, segundo a vontade de nosso Deus e Pai. 5 A Deus seja dada a glória para sempre. Amém.
6 Estou admirado de vocês estarem abandonando tão depressa aquele que os chamou por meio da graça de Cristo, para aceitarem outro evangelho. 7 Na realidade, porém, não existe outro evangelho. Há somente pessoas que estão semeando confusão entre vocês, e querem deturpar o Evangelho de Cristo. 8 Maldito aquele que anunciar a vocês um evangelho diferente daquele que anunciamos, ainda que sejamos nós mesmos ou algum anjo do céu. 9 Já dissemos antes e agora repetimos: Maldito seja quem anunciar um evangelho diferente daquele que vocês receberam. 10 Por acaso é aprovação dos homens que estou procurando, ou é aprovação de Deus? Ou estou procurando agradar aos homens? Se estivesse procurando agradar aos homens, eu já não seria servo de Cristo.
11 Irmãos, eu declaro a vocês: o Evangelho por mim anunciado não é invenção humana. 12 E, além disso, não o recebi nem aprendi através de um homem, mas por revelação de Jesus Cristo.


Lucas 7:1-10
1 Depois que terminou de falar todas essas palavras ao povo que o escutava, Jesus entrou na cidade de Cafarnaum. 2 Havia aí um oficial romano que tinha um empregado, a quem estimava muito. O empregado estava doente, a ponto de morrer. 3 O oficial ouviu falar de Jesus, e enviou alguns anciãos dos judeus, para pedir a Jesus que fosse salvar o empregado. 4 Chegando onde Jesus estava, pediram-lhe com insistência: «O oficial merece que lhe faças esse favor, 5 porque ele estima o nosso povo, e até construiu uma sinagoga para nós.» 6 Então Jesus pôs-se a caminho com eles. Porém, quando já estava perto da casa, o oficial mandou alguns amigos dizer a Jesus: «Senhor, não te incomodes, pois eu não sou digno de que entres em minha casa; 7 nem sequer me atrevi a ir pessoalmente ao teu encontro. Mas dize uma palavra, e o meu empregado ficará curado. 8 Pois eu também estou sob a autoridade de oficiais superiores, e tenho soldados sob minhas ordens. E digo a um: Vá, e ele vai; e a outro: Venha, e ele vem; e ao meu empregado: Faça isso, e ele o faz.» 9 Ouvindo isso, Jesus ficou admirado. Voltou-se para a multidão que o seguia, e disse: «Eu declaro a vocês que nem mesmo em Israel encontrei tamanha fé.» 10 Os mensageiros voltaram para a casa do oficial, e encontraram o empregado em perfeita saúde.


OU


I Reis 8:22-23,41-43
22 Salomão ficou em pé diante do altar de Javé, na presença de toda a assembléia de Israel. Estendeu as mãos para o céu, 23 e disse: «Javé, Deus de Israel, não existe nenhum deus como tu, seja lá no alto do céu, seja cá embaixo na terra. Tu és fiel à aliança e ao amor para com teus servos que caminham de todo o coração na tua presença.41 Se o estrangeiro, que não pertence ao teu povo Israel, também vier de uma terra distante por causa do teu Nome, 42 pois ouvirão falar do teu grande Nome, de tua mão forte e de teu braço estendido, se ele vier para orar neste Templo, 43 escuta do céu onde moras, e atende a todos os pedidos do estrangeiro. Assim, todos os povos da terra reconhecerão o teu Nome e temerão a ti, como faz o teu povo Israel. Eles saberão que o teu Nome é invocado neste Templo que eu construí.

 

Salmos Litúrgicos Livro IV 19º Dia: Oração Matulina
Salmo 96:1-9 Cantate Domino
CANTEM ao SENHOR um cântico novo; * cante ao SENHOR toda a terra.
2 Cantem ao SENHOR, bendigam o seu Nome; * anunciem cada dia a sua salvação.
3 Proclamem entre as nações a sua glória; * entre todos os povos as suas maravilhas.
4 Porque grande é o SENHOR e digno de louvor; * é poderoso acima de todas as divindades.
5 Pois vãs são todas as divindades dos povos; * mas o SENHOR fez os céus.
6 Em sua presença há esplendor e majestade; * força e beleza em seu santuário.
7 Tributem ao SENHOR, ó famílias dos povos, * tributem ao SENHOR honra e poder.
8 Tributem ao SENHOR a glória devida a seu Nome; tragam oferendas e entrem em seus átrios.
9 Adorem ao SENHOR na beleza da santidade; * trema à sua presença toda a terra.

 

Gálatas 1:1-12
1 Paulo, apóstolo não da parte dos homens, nem por meio de um homem, mas da parte de Jesus Cristo e de Deus Pai, que o ressuscitou dos mortos. 2 Eu e todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia. 3 Que a graça e a paz de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo estejam com vocês. 4 Cristo entregou-se pelos nossos pecados para nos arrancar deste mundo mau, segundo a vontade de nosso Deus e Pai. 5 A Deus seja dada a glória para sempre. Amém.
6 Estou admirado de vocês estarem abandonando tão depressa aquele que os chamou por meio da graça de Cristo, para aceitarem outro evangelho. 7 Na realidade, porém, não existe outro evangelho. Há somente pessoas que estão semeando confusão entre vocês, e querem deturpar o Evangelho de Cristo. 8 Maldito aquele que anunciar a vocês um evangelho diferente daquele que anunciamos, ainda que sejamos nós mesmos ou algum anjo do céu. 9 Já dissemos antes e agora repetimos: Maldito seja quem anunciar um evangelho diferente daquele que vocês receberam. 10 Por acaso é aprovação dos homens que estou procurando, ou é aprovação de Deus? Ou estou procurando agradar aos homens? Se estivesse procurando agradar aos homens, eu já não seria servo de Cristo.
11 Irmãos, eu declaro a vocês: o Evangelho por mim anunciado não é invenção humana. 12 E, além disso, não o recebi nem aprendi através de um homem, mas por revelação de Jesus Cristo.


Lucas 7:1-10
1 Depois que terminou de falar todas essas palavras ao povo que o escutava, Jesus entrou na cidade de Cafarnaum. 2 Havia aí um oficial romano que tinha um empregado, a quem estimava muito. O empregado estava doente, a ponto de morrer. 3 O oficial ouviu falar de Jesus, e enviou alguns anciãos dos judeus, para pedir a Jesus que fosse salvar o empregado. 4 Chegando onde Jesus estava, pediram-lhe com insistência: «O oficial merece que lhe faças esse favor, 5 porque ele estima o nosso povo, e até construiu uma sinagoga para nós.» 6 Então Jesus pôs-se a caminho com eles. Porém, quando já estava perto da casa, o oficial mandou alguns amigos dizer a Jesus: «Senhor, não te incomodes, pois eu não sou digno de que entres em minha casa; 7 nem sequer me atrevi a ir pessoalmente ao teu encontro. Mas dize uma palavra, e o meu empregado ficará curado. 8 Pois eu também estou sob a autoridade de oficiais superiores, e tenho soldados sob minhas ordens. E digo a um: Vá, e ele vai; e a outro: Venha, e ele vem; e ao meu empregado: Faça isso, e ele o faz.» 9 Ouvindo isso, Jesus ficou admirado. Voltou-se para a multidão que o seguia, e disse: «Eu declaro a vocês que nem mesmo em Israel encontrei tamanha fé.» 10 Os mensageiros voltaram para a casa do oficial, e encontraram o empregado em perfeita saúde.