DSabc16 24 de junho – Lit Eucarística para o Dia da Natividade de São João Batista

DSabc16 24 de junho – Lit Eucarística para o Dia da Natividade de São João Batista. Cor: branco – Dias Santos ABC

Salmo 85 ou 85:7-13;  Isaías 40:1-11; Atos 13:14b-26; Lucas 1:57-80

São João Batista, 24 de junho: Onipotente Deus, por cuja providência teu servo João Batista nasceu maravilhosamente e foi enviado a preparar o caminho de teu Filho, nosso Salvador, pregando arrependimento; faze que sigamos de tal modo a sua doutrina e santa vida, que nos arrependamos sinceramente segundo sua pregação, e a seu exemplo falemos sempre a verdade, repreendendo com firmeza os vícios, e sofrendo com paciência por amor da mesma verdade; mediante Jesus Cristo, nosso Senhor, que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém.
*Prefácio do Advento
Porque enviaste teu amado Filho para nos redimir do pecado e da morte e tornar-nos herdeiros da vida eterna, para que, quando Ele vier em poder e grande triunfo para julgar
o mundo, nos regozijemos em contemplar o esplendor de sua glória.

Sobre João Batista


Isaías 40:1-11 
1 Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus.
2 Falai benignamente a Jerusalém, e bradai-lhe que já a sua malícia é acabada, que a sua iniqüidade está expiada e que já recebeu em dobro da mão do Senhor, por todos os seus pecados.
3 Eis a voz do que clama: Preparai no deserto o caminho do Senhor; endireitai no ermo uma estrada para o nosso Deus.
4 Todo vale será levantado, e será abatido todo monte e todo outeiro; e o terreno acidentado será nivelado, e o que é escabroso, aplanado.
5 A glória do Senhor se revelará; e toda a carne juntamente a verá; pois a boca do Senhor o disse.
6 Uma voz diz: Clama. Respondi eu: Que hei de clamar? Toda a carne é erva, e toda a sua beleza como a flor do campo.
7 Seca-se a erva, e murcha a flor, soprando nelas o hálito do Senhor. Na verdade o povo é erva.
8 Seca-se a erva, e murcha a flor; mas a palavra de nosso Deus subsiste eternamente.
9 Tu, anunciador de boas-novas a Sião, sobe a um monte alto. Tu, anunciador de boas-novas a Jerusalém, levanta a tua voz fortemente; levanta-a, não temas, e dize às cidades de Judá: Eis aqui está o vosso Deus.
10 Eis que o Senhor Deus virá com poder, e o seu braço dominará por ele; eis que o seu galardão está com ele, e a sua recompensa diante dele.
11 Como pastor ele apascentará o seu rebanho; entre os seus braços recolherá os cordeirinhos, e os levará no seu regaço; as que amamentam, ele as guiará mansamente.


Salmos Litúrgicos
Livro III
Décimo Sexto Dia: Oração Vespertina
Salmo 85 Benedixisti, Domine
SENHOR, tu tens sido bondoso para com tua terra; * do cativeiro tiraste os que são teus.
2 Perdoaste a maldade de teu povo, *encobriste todo o seu pecado.
3 Fizeste cessar a tua indignação, *desviaste o ardor da tua cólera.
4 Restaura-nos, ó Deus da nossa salvação, *e retira de sobre nós tua ira.
5 Acaso estarás entristecido conosco para sempre? *Estenderás tua ira contra todas as gerações?
6 Porventura não tornarás a vivificar-nos, *para que teu povo se alegre em ti?
7 Mostra-nos, SENHOR, a tua misericórdia, *e concede-nos a tua salvação.
8 Ouvirei o que o SENHOR nosso Deus disser; *porque ele falará paz para seu povo e seus santos, para que não caiam de novo na insensatez.
9 Certamente sua salvação está próxima aos que o temem; *que sua glória habite em nossa terra!
10 A misericórdia e a verdade encontraram-se; *a justiça e a paz se beijaram.
11 A verdade brotará da terra; * e lá dos céus olhará a justiça.
12 Sim, o SENHOR dará o que é bom; *e a terra produzirá seus frutos.
13 A justiça irá adiante de Deus; *e com seus passos abrirá caminho.

Ou

Salmos Litúrgicos
Livro III
Décimo Sexto Dia: Oração Vespertina
Salmo 85:7-13 Benedixisti, Domine
7 Mostra-nos, SENHOR, a tua misericórdia, *e concede-nos a tua salvação.
8 Ouvirei o que o SENHOR nosso Deus disser; *porque ele falará paz para seu povo e seus santos, para que não caiam de novo na insensatez.
9 Certamente sua salvação está próxima aos que o temem; *que sua glória habite em nossa terra!
10 A misericórdia e a verdade encontraram-se; *a justiça e a paz se beijaram.
11 A verdade brotará da terra; * e lá dos céus olhará a justiça.
12 Sim, o SENHOR dará o que é bom; *e a terra produzirá seus frutos.
13 A justiça irá adiante de Deus; *e com seus passos abrirá caminho.

 


Atos 13:14b-26
14b e entrando na sinagoga, no dia de sábado, sentaram-se.
15 Depois da leitura da lei e dos profetas, os chefes da sinagoga mandaram dizer-lhes: Irmãos, se tendes alguma palavra de exortação ao povo, falai.
16 Então Paulo se levantou e, pedindo silêncio com a mão, disse: Varões israelitas, e os que temeis a Deus, ouvi:
17 O Deus deste povo de Israel escolheu a nossos pais, e exaltou o povo, sendo eles estrangeiros na terra do Egito, de onde os tirou com braço poderoso,
18 e suportou-lhes os maus costumes no deserto por espaço de quase quarenta anos;
19 e, havendo destruído as sete nações na terra de Canaã, deu-lhes o território delas por herança durante cerca de quatrocentos e cinquenta anos.
20 Depois disto, deu-lhes juízes até o profeta Samuel.
21 Então pediram um rei, e Deus lhes deu por quarenta anos a Saul, filho de Cis, varão da tribo de Benjamim.
22 E tendo deposto a este, levantou-lhes como rei a Davi, ao qual também, dando testemunho, disse: Achei a Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que fará toda a minha vontade.
23 Da descendência deste, conforme a promessa, trouxe Deus a Israel um Salvador, Jesus;
24 havendo João, antes da aparecimento dele, pregado a todo o povo de Israel o batismo de arrependimento.
25 Mas João, quando completava a carreira, dizia: Quem pensais vós que eu sou? Eu não sou o Cristo, mas eis que após mim vem aquele a quem não sou digno de desatar as alparcas dos pés.
26 Irmãos, filhos da estirpe de Abraão, e os que dentre vós temem a Deus, a nós é enviada a palavra desta salvação.


Lucas 1:57-80
57 Ora, completou-se para Isabel o tempo de dar à luz, e teve um filho.
58 Ouviram seus vizinhos e parentes que o Senhor lhe multiplicara a sua misericórdia, e se alegravam com ela.
59 Sucedeu, pois, no oitavo dia, que vieram circuncidar o menino; e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias.
60 Respondeu, porém, sua mãe: De modo nenhum, mas será chamado João.
61 Ao que lhe disseram: Ninguém há na tua parentela que se chame por este nome.
62 E perguntaram por acenos ao pai como queria que se chamasse.
63 E pedindo ele uma tabuinha, escreveu: Seu nome é João. E todos se admiraram.
64 Imediatamente a boca se lhe abriu, e a língua se lhe soltou; louvando a Deus.
65 Então veio temor sobre todos os seus vizinhos; e em toda a região montanhosa da Judéia foram divulgadas todas estas coisas.
66 E todos os que delas souberam as guardavam no coração, dizendo: Que virá a ser, então, este menino? Pois a mão do Senhor estava com ele.
67 Zacarias, seu pai, ficou cheio do Espírito Santo e profetizou, dizendo:
68 Bendito, seja o Senhor Deus de Israel, porque visitou e remiu o seu povo,
69 e para nós fez surgir uma salvação poderosa na casa de Davi, seu servo;
70 assim como desde os tempos antigos tem anunciado pela boca dos seus santos profetas;
71 para nos livrar dos nossos inimigos e da mão de todos os que nos odeiam;
72 para usar de misericórdia com nossos pais, e lembrar-se do seu santo pacto
73 e do juramento que fez a Abrão, nosso pai,
74 de conceder-nos que, libertados da mão de nossos inimigos, o servíssemos sem temor,
75 em santidade e justiça perante ele, todos os dias da nossa vida.
76 E tu, menino, serás chamado profeta do Altíssimo, porque irás ante a face do Senhor, a preparar os seus caminhos;
77 para dar ao seu povo conhecimento da salvação, na remissão dos seus pecados,
78 graças à entranhável misericórdia do nosso Deus, pela qual nos há de visitar a aurora lá do alto,
79 para alumiar aos que jazem nas trevas e na sombra da morte, a fim de dirigir os nossos pés no caminho da paz.
80 Ora, o menino crescia, e se robustecia em espírito; e habitava nos desertos até o dia da sua manifestação a Israel.