Category: Notícias

Boletim Paroquial 122-123

Maio 09 2014

Boletim Paroquial 122/123 – Visita do Bispo João Peixoto a Itaparica e Salvador

Em 9 de maio de 2014 19:21, Paróquia Anglicana do Bom Pastor<anglicanosnabahia@gmail.com> escreveu:

Neste sábado e domingo (10 e 11), a Paróquia Anglicana do Bom Pastor recebe a visita do Bispo Diocesano, João Câncio Peixoto Filho. Essa é a primeira visita oficial do Reverendo desde que assumiu a liderança da Diocese.

Dentro da programação, Dom Peixoto tem agendadas duas celebrações na Bahia. A primeira acontece na localidade de Porto Santo, município de Itaparica, região Metropolitana da capital. A missa será realizada na Paróquia Cristo o Salvador, a partir das cinco e meia da tarde.

No domingo o Bispo vai celebrar o culto matinal na Paróquia do Bom Pastor, às nove e 45. O Pároco local, Bruno Almeida, ressalta a importância da participação de toda a comunidade junto com parentes, vizinhos e amigos. “Vamos entregar os certificados do curso de Imersão em Anglicanismo, também será Dia das Mães, tudo com a presença do Bispo”, lembra. Durante a missa haverá Ceia e, na sequência, o almoço comunitário. A refeição comunitária é mensal e este mês será preparada pela irmã Mollie Cerqueira.

Um fraterno e acolhedor abraço de nossa comunidade,

Paróquia Anglicana do Bom Pastor

End.: Rua Travasso de Fora, 92 – Bonfim – Salvador – Bahia – Brasil
Facebook: https://www.facebook.com/paroquiaanglicana.bompastor
E-mail: anglicanosnabahia@gmail.com
Blog: http://www.anglicanosnabahia.blogspot.com
Pároco: Rev. Bruno Almeida, IEAB
Contatos:
(71) 8835-4208 (oi)
(71) 9129-4942 (tim)
(71) 9630-8131 (vivo)
(71) 8319-6998 (claro)
Skype: revbruno.almeida

 

Boletim Paroquial 116

mar 08 2014
Paróquia Anglicana do Bom Pastor

Celebração das Cinzas – Almoço Comunitário 

Caros Irmãos e Irmãs, o próximo domingo será nossa celebração das Cinzas (09/03/14), teremos Celebração Eucarística, às 9:45h como de costume.

Em virtude da impossibilidade de reunir toda congregação na quarta(05/03), adiamos o ofício de imposição das cinzas para o domingo. Essa celebração marca do início da Quaresma, período penitencial que antecede a Páscoa do Senhor. Haverá almoço comunitário e todos e todas que quiserem poderão contribuir para nosso almoço com bebidas e sobremesas.

 

 Mensagem de Quaresma do Bispo Primaz

E não vos conformeis com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Rom 12,2

Uma das possíveis – entre outras – conotações da Quaresma é a de que ela representa o retiro de Jesus no deserto antes de seu ministério público ser iniciado. Foi um período de enfrentamento das tentações e – garante-nos o depoimento dos evangelhos – que ele venceu cada uma com serenidade calcada na vontade de Deus.

Para nós cristãos em pleno século 21, é desafiador viver o retiro espiritual no meio dos enfrentamentos dos modernos demônios que estão sempre a nos desafiar em nossa fé e compromisso com o Reino de Deus. Vivemos tempos em que o discernimento espiritual nosso é turvado a cada instante pelos apelos de uma sociedade consumista, individualista e que premia apenas aqueles que se submetem às suas sutis sugestões.

Identificar-se com Cristo em suas tentações é ter a coragem de dizer não, firme e rotundo contra a banalização da vida. É não ter medo de fugir do efeito manada, que leva tantas pessoas a perder a capacidade de enxergar alternativas à lógica diletante do sistema no qual estamos inseridos. Significa também a busca da transformação e renovação do entendimento.

Viver a Quaresma é reagir à uma espiritualidade de mercado, onde Deus se torna um bem a ser possuído em função de nossas conveniências de ocasião. A Quaresma, considerada como tempo de reflexão e reconhecimento de nossa natureza mais profunda, nos impele a buscar a comunhão mais profunda com o fundamento de nosso ser.

Quando somos capazes de viver o deserto, estamos aptos a identificar nossos limites e nossas sombras, re-significando a vida e nos tornando mais inteiros, íntegros e sensíveis. E, ao fazermos isto, não estamos sozinhos. Cristo venceu o deserto e ali estará para fazer companhia quando os medos chegarem ao nosso coração. Seremos capazes de escutar suas palavras: “no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” João 16,33

A Quaresma nos leva ainda além. Nos leva a depender cada vez mais de Deus e retira de nós qualquer autossuficiência. É nesse momento que nossas tentações são vencidas porque somos capazes de entender suas armadilhas argumentativas. Tornamos reais em nossa vida as palavras de Paulo: Porque quando estou fraco então sou forte. (2 Coríntios 12,10)

Nossos olhos, a partir de nossa fraqueza, se abrirão para a compaixão pelo mundo, pelos fracos, pelos excluídos, pelos que sofrem, dando-nos a coragem necessária do testemunho de justiça e paz! Quando percebermos a solidez de nosso fundamento divino, pelo retiro e pela oração, seremos impulsionados a anunciar com alegria as Boas Novas!

Que nossa IEAB viva uma abençoada Quaresma!

++ Francisco de Assis da Silva

Santa Maria, 07 de março de 2014.

Primaz do Brasil e Diocesano em Santa Maria

Um fraterno e acolhedor abraço de nossa comunidade,

Glauber Jânio

 

Boletim Paroquial 114

jan 09 2014
Batismo de Nosso Senhor – Almoço Comunitário

Caros Irmãos e Irmãs, o próximo domingo festa do Batismo de Nosso Senhor (12/01/14), teremos nossa Missa, às 9:45h como de costume.

Nosso almoço Comunitário será muito especial pois contaremos com a presença de nossos irmãos: Rev Stephen Taylor e Kathleen Stephenson. Todos e todas que quiserem poderão contribuir para nosso almoço com bebidas e sobremesas.

Férias do Rev. Bruno Almeida
Nosso Pároco Rev. Bruno Almeida estará de férias entre os dias 13/01 à 03/02 deste ano, estarão a frente da Paróquia durante este período o MP Carlos Araújo, guardião; e Rev. Josafá Batista.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – Assembleia Geral Ordinária Anual e Assembleia Geral Extraordinária
O Pároco da Paróquia Anglicana do Bom Pastor, em cumprimento ao Estatuto da entidade, artigo 18, convoca Assembleia Geral Ordinária Anual e, de acordo com o artigo 50, convoca Assembleia Geral Extraordinária, a serem realizadas em 09 de fevereiro de 2014, domingo, sendo a Assembleia Geral Extraordinária iniciando-se às 10:30h horas, em primeira chamada e, às 11:00h, em segunda chamada. A Assembleia Geral Ordinária Anual terá início logo após o término da primeira assembleia, com qualquer número de associados presentes, na Sede da Paróquia Anglicana do Bom Pastor, Rua Travasso de Fora, 92, Bonfim, Nesta Capital, com a seguinte ordem do dia:

• Assembleia Geral Extraordinária – reforma dos Estatutos Paroquiais.

• Assembleia Geral Ordinária Anual – posse da Equipe Pastoral, eleição e posse da Junta Paroquial, eleição e posse do Conselho Fiscal, relatório financeiro de 2013 de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2013.

Salvador/BA, 08 de janeiro de 2014 AD,

Rev. Pe. Bruno Luiz Teles de Almeida – Pároco

Justin Welby é recebido pelo Papa Francisco

set 28 2013
(14 jun 2013 pela manhã)
Roma – A busca da unidade dos cristãos não é um objetivo de conveniência, nem puramente formal, mas algo que Deus mesmo quer com intensidade. Neste espírito, realizou-se dia 14 pela manhã o encontro oficial no Vaticano entre o papa Francisco e o arcebispo de Canterbury, primaz da Igreja Anglicana, Justin Welby. O Santo Padre recebeu o chefe da Igreja da Inglaterra na biblioteca vaticana, onde Welby entrou acompanhado pela esposa e pela comitiva.

Dirigindo-se ao arcebispo de Canterbury, o papa Francisco recordou primeiramente o histórico encontro entre os seus respectivos antecessores, Michael Ramsey e Paulo VI, em 1966, e agradeceu ao primaz anglicano por ter rezado pelo bispo de Roma quando assumiu a liderança da Igreja da Inglaterra.

Francisco e Justin Welby começaram o seu ministério com poucos dias de diferença, respectivamente em 13 de março e 21 de março.

O papa evocou a história “longa e complexa” das relações entre as duas igrejas, “em que não faltaram momentos dolorosos”, mas que também se caracterizou, nos últimos cinquenta anos, por um “processo de aproximação e de fraternidade”, realizado tanto mediante o “diálogo teológico, com o trabalho da Comissão Internacional Anglicano-Católica”, quanto com as renovadas “relações cordiais e de convivência diária”, que levaram a um” profundo respeito mútuo” e a uma “sincera colaboração”.

Francisco expressou gratidão pelo “esforço sincero” da Igreja da Inglaterra para entender os motivos que levaram o papa emérito Bento XVI a criar um ordinariato para os fieis anglicanos desejosos de voltar à comunhão com Roma. “Eu tenho certeza”, disse o papa, “que isso permitirá conhecer e apreciar melhor no mundo católico as tradições espirituais, litúrgicas e pastorais que compõem o patrimônio anglicano”.

A busca da unidade dos cristãos, que levou ao encontro ecumênico desta manhã, não é determinada por “razões práticas”, acrescentou o papa, mas “pela vontade do Senhor Jesus Cristo”, que fez dos seus seguidores “irmãos seus e filhos do único Pai”.

A oração ecumênica das Igrejas de Roma e de Canterbury “poderá encontrar expressão na cooperação em diferentes esferas da vida cotidiana”, em particular no que diz respeito ao “testemunho da referência a Deus e da promoção dos valores cristãos”, numa sociedade que parece colocar em discussão alguns dos “fundamentos da convivência”, começando pela “santidade da vida humana” e pela “solidez da família fundamentada no casamento”.

Ambas as igrejas devem engajar-se em prol “de mais justiça social, de um sistema econômico a serviço do homem e do bem comum”, especialmente “para os pobres, para que eles não sejam abandonados às leis de uma economia que às vezes parece considerar o homem apenas como consumidor”.

O papa elogiou o arcebispo de Canterbury, em especial, pelo compromisso “para promover a reconciliação e a resolução dos conflitos entre as nações”, particularmente do conflito sírio. A paz e a graça, acrescentou, são dons que os cristãos só podem oferecer quando “vivem e trabalham juntos em harmonia”.

Ao terminar o discurso, o papa lembrou que a unidade entre os cristãos, “tão sinceramente desejada, é um dom que vem do alto e que se baseia em nossa comunhão de amor com o Pai, o Filho e o Espírito Santo”. Por fim, Francisco exortou a todos a caminhar “unidos fraternalmente no amor, com Jesus Cristo como ponto de referência constante”.

Por sua parte, o arcebispo Welby fez referência às novas perseguições contra os cristãos no mundo. “Enquanto conversamos, os nossos irmãos e irmãs em Cristo sofrem terrivelmente a violência, a opressão, a guerra, devidas ao mau governo e a sistemas econômicos injustos. Se nós não formos seus advogados em nome de Cristo, quem vai ser?”.

Citando as palavras de Bento XVI, Welby acrescentou que, apesar das diferenças ainda significativas entre católicos e anglicanos, o “objetivo é grandioso o suficiente para justificar a fadiga do caminho”.

Após o encontro, o papa Francesco e o arcebispo Welby trocaram presentes e concluíram a reunião com uma oração em conjunto na capela Redemptoris Mater.

Fonte: Agência Zenith

 

CESE – CPPV 2013

set 20 2013

PPV2013-cesePARTICIPE DO LANÇAMENTO DA CAMPANHA PRIMAVERA PARA A VIDA

A CESE realiza a 13ª edição da “Campanha Primavera para a Vida’’”. Este ano, dezenas de núcleos formados por igrejas espalhadas por todo o Brasil realizarão ações da campanha, sob o tema “Direitos Humanos, Desenvolvimento e Justiça ”.

Celebrações, debates e mobilização de recursos destinadas aos projetos apoiados pela CESE marcarão todo o período da campanha (setembro a dezembro).

Para marcar o lançamento da Campanha, no próximo dia 22 de setembro, acontecerá uma celebração seguida de feijoada. A CESE e suas igrejas-membro realizarão o culto na Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (Rua Professor Aristides Novis, 7, Federação – Salvador) a partir das 10hrs. Os ingressos para a feijoada já estão sendo vendidos e também poderão ser adquiridos no local pelo valor de R$ 20.

Há diversas formas de participar da Campanha e contribuir com os projetos da CESE! Igrejas e entidades podem realizar iniciativas como ofertas em celebrações, bazares, feiras de produtos artesanais, refeições solidárias, etc, e destinar as arrecadações para a organização. Na página da Campanha, a CESE disponibiliza uma caixa de ferramentas com diversos materiais litúrgicos e informações sobre a CESE que podem ser utilizados nas celebrações e eventos.

As pessoas podem, ainda, doar diretamente na conta bancária da instituição.

As doações podem ser feitas via depósito bancário:

Coordenadoria Ecumênica de Serviço – CESE

CNPJ: 13.589.270-0001/21

Banco do Brasil

AG 3459-2

C/C 19756-4

 

Bradesco

AG 0592-4

C/C 42144-8

 

Ou através de cartão de crédito no site da CESE.

Venha participar desta Campanha!