oda007 Quinta

oda007 Quinta-feira, 5 de dezembro de 2019: Salmo 72: 1-7, 18-19; Isaías 4: 2-6; Atos 1: 12-17, 21-26

Salmo 72: 1-7, 18-19
Salmos Litúrgicos Livro II Décimo Quarto Dia: Oração Matutina
Salmo 72 Deus, judicium
Ó DEUS, concede ao Rei teus juízos; * e ao filho do Rei tua justiça.
2 Que ele governe com retidão teu povo, * com eqüidade as tuas pessoas pobres.
3 Os montes simbolizem paz para o povo; * e as colinas retidão.
4 Julgue dentre o povo quem vive na aflição, salve as pessoas necessitadas * e quebrante o opressorquem oprime.
5 Temam-te enquanto o sol existir, * enquanto durar a luz, por todas as gerações.
6 Seja como chuva que desce sobre o prado, * como chuveiros que regam a terra.
7 Floresçam em seus dias oas pessoas justas * e dá abundância de paz até que não haja mais lua.
18 Bendito seja o SENHOR DEUS, o DEUS de Israel, * que só ele faz maravilhas.
19 Seja também bendito seu glorioso Nome para sempre; * cheia seja toda a terra de sua glória. Amém e Amém.


Isaías 4: 2-6
2 Naquele dia, o Renovo do Senhor será belo e glorioso, e o fruto da terra será o orgulho e a glória dos sobreviventes de Israel.
3 Os que forem deixados em Sião e ficarem em Jerusalém serão chamados santos: todos os inscritos para viverem em Jerusalém.
4 Quando o Senhor tiver lavado a impureza das mulheres de Sião e tiver limpado por meio de um espírito de julgamento e de um espírito de fogo o sangue derramado em Jerusalém,
5 o Senhor criará sobre todo o monte Sião e sobre aqueles que se reunirem ali uma nuvem de dia e um clarão de fogo de noite. A glória tudo cobrirá
6 e será um abrigo e sombra para o calor do dia, refúgio e esconderijo contra a tempestade e a chuva.


Atos 1: 12-17, 21-26
12 Então eles voltaram para Jerusalém, vindo do monte chamado das Oliveiras, que fica perto da cidade, cerca de um quilômetro.
13 Quando chegaram, subiram ao aposento onde estavam hospedados. Achavam-se presentes Pedro, João, Tiago e André; Filipe, Tomé, Bartolomeu e Mateus; Tiago, filho de Alfeu, Simão, o zelote, e Judas, filho de Tiago.
14 Todos eles se reuniam sempre em oração, com as mulheres, inclusive Maria, a mãe de Jesus, e com os irmãos dele.
15 Naqueles dias Pedro levantou-se entre os irmãos, um grupo de cerca de cento e vinte pessoas,
16 e disse: “Irmãos, era necessário que se cumprisse a Escritura que o Espírito Santo predisse por boca de Davi, a respeito de Judas, que serviu de guia aos que prenderam Jesus.
17 Ele foi contado como um dos nossos e teve participação neste ministério”.
21 Portanto, é necessário que escolhamos um dos homens que estiveram conosco durante todo o tempo em que o Senhor Jesus viveu entre nós,
22 desde o batismo de João até o dia em que Jesus foi elevado dentre nós às alturas. É preciso que um deles seja conosco testemunha de sua ressurreição.”
23 Então indicaram dois nomes: José, chamado Barsabás, também conhecido como Justo, e Matias.
24 Depois oraram: “Senhor, tu conheces o coração de todos. Mostra-nos qual destes dois tens escolhido
25 para assumir este ministério apostólico que Judas abandonou, indo para o lugar que lhe era devido”.
26 Então tiraram sortes, e a sorte caiu sobre Matias; assim, ele foi acrescentado aos onze apóstolos.