oda036 Sábado

oda036 Sábado, 4 de janeiro de 2020 : Salmo 72; Êxodo 3: 1-5; Hebreus 11: 23-31

Salmos Litúrgicos Livro II Décimo Quarto Dia: Oração Matutina
Salmo 72 Deus, judicium
Ó DEUS, concede ao Rei teus juízos; * e ao filho do Rei tua justiça.
2 Que ele governe com retidão teu povo, * com eqüidade as tuas pessoas pobres.
3 Os montes simbolizem paz para o povo; * e as colinas retidão.
4 Julgue dentre o povo quem vive na aflição, salve as pessoas necessitadas * e quebrante o opressorquem oprime.
5 Temam-te enquanto o sol existir, * enquanto durar a luz, por todas as gerações.
6 Seja como chuva que desce sobre o prado, * como chuveiros que regam a terra.
7 Floresçam em seus dias oas pessoas justas * e dá abundância de paz até que não haja mais lua.
8 Domine de mar a mar, * desde o rio até os confins da terra.
9 Os que habitam no deserto na sua frente se inclinarão, * e seus inimigos lamberão o pó.
10 Paguem tributo os reis de Társis e das ilhas; * ofereçam donativos os reis de Seba e de Sabá.
11 Curvem-se perante ele todos os reis, * sirvam-no as nações todas.
12 Porquanto livrará ele o desvalido que clama, * o que sofre e o que não tem quem o ajude.
13 Condoer-se-á das pessoas fracas e das necessitadas, * e das indigentes salvará a alma.
14 Remirá suas almas da opressão e da violência, * e precioso será seu sangue aos olhos dele.
15 Vivam eles, pois, e lhe dêem do ouro de Sabá, * roguem por ele incessantemente; bendigam-no durante o dia todo.
16 Haja na terra grande cópia de trigo até sobre os montes; ondule o seu fruto como o do Líbano; * e da cidade se multiplique a gente como erva.
17 Subsista seu nome para sempre: enquanto o sol brilhar, se perpetue seu Nome; * nele sejam abençoadas todas as nações e o proclamem bem-aventurado.
18 Bendito seja o SENHOR DEUS, o DEUS de Israel, * que só ele faz maravilhas.
19 Seja também bendito seu glorioso Nome para sempre; * cheia seja toda a terra de sua glória. Amém e Amém.


Êxodo 3: 1-5
1Moisés pastoreava o rebanho de seu sogro, Jetro, que era sacerdote de Midiã. Um dia levou o rebanho para o outro lado do deserto e chegou a Horebe, o monte de Deus.
2Ali o Anjo do Senhor lhe apareceu numa chama de fogo que saía do meio de uma sarça. Moisés viu que, embora a sarça estivesse em chamas, não era consumida pelo fogo.
3″Que impressionan­te!”, pensou. “Por que a sarça não se queima? Vou ver isso de perto.”
4O Senhor viu que ele se aproximava para observar. E então, do meio da sarça Deus o chamou: “Moisés, Moisés!”
“Eis-me aqui”, respondeu ele.
5Então disse Deus: “Não se aproxime. Tire as sandálias dos pés, pois o lugar em que você está é terra santa”.


Hebreus 11: 23-31
23Pela fé Moisés, recém-nascido, foi escondido durante três meses por seus pais, pois estes viram que ele não era uma criança comum e não temeram o decreto do rei.
24Pela fé Moisés, já adulto, recusou ser chamado filho da filha do faraó,
25preferindo ser maltratado com o povo de Deus a desfrutar os prazeres do pecado durante algum tempo.
26Por amor de Cristo, considerou sua desonra uma riqueza maior do que os tesouros do Egito, porque contemplava a sua recompensa.
27Pela fé saiu do Egito, não temendo a ira do rei, e perseverou, porque via aquele que é invisível.
28Pela fé celebrou a Páscoa e fez a aspersão do sangue, para que o destruidor não tocasse nos filhos mais velhos dos israelitas.
29Pela fé o povo atravessou o mar Vermelho como em terra seca; mas, quando os egípcios tentaram fazê-lo, morreram afogados.
30Pela fé caíram os muros de Jericó, depois de serem rodeados durante sete dias.
31Pela fé a prostituta Raabe, por ter acolhido os espiões, não foi morta com os que haviam sido desobedientes.