oda039 Quarta

oda039 Quarta-feira, 8 de janeiro de 2020 : Salmo 72; 1 Reis 10: 14-25; Efésios 4: 7, 11-16

Salmos Litúrgicos Livro II Décimo Quarto Dia: Oração Matutina
Salmo 72 Deus, judicium
Ó DEUS, concede ao Rei teus juízos; * e ao filho do Rei tua justiça.
2 Que ele governe com retidão teu povo, * com eqüidade as tuas pessoas pobres.
3 Os montes simbolizem paz para o povo; * e as colinas retidão.
4 Julgue dentre o povo quem vive na aflição, salve as pessoas necessitadas * e quebrante o opressorquem oprime.
5 Temam-te enquanto o sol existir, * enquanto durar a luz, por todas as gerações.
6 Seja como chuva que desce sobre o prado, * como chuveiros que regam a terra.
7 Floresçam em seus dias oas pessoas justas * e dá abundância de paz até que não haja mais lua.
8 Domine de mar a mar, * desde o rio até os confins da terra.
9 Os que habitam no deserto na sua frente se inclinarão, * e seus inimigos lamberão o pó.
10 Paguem tributo os reis de Társis e das ilhas; * ofereçam donativos os reis de Seba e de Sabá.
11 Curvem-se perante ele todos os reis, * sirvam-no as nações todas.
12 Porquanto livrará ele o desvalido que clama, * o que sofre e o que não tem quem o ajude.
13 Condoer-se-á das pessoas fracas e das necessitadas, * e das indigentes salvará a alma.
14 Remirá suas almas da opressão e da violência, * e precioso será seu sangue aos olhos dele.
15 Vivam eles, pois, e lhe dêem do ouro de Sabá, * roguem por ele incessantemente; bendigam-no durante o dia todo.
16 Haja na terra grande cópia de trigo até sobre os montes; ondule o seu fruto como o do Líbano; * e da cidade se multiplique a gente como erva.
17 Subsista seu nome para sempre: enquanto o sol brilhar, se perpetue seu Nome; * nele sejam abençoadas todas as nações e o proclamem bem-aventurado.
18 Bendito seja o SENHOR DEUS, o DEUS de Israel, * que só ele faz maravilhas.
19 Seja também bendito seu glorioso Nome para sempre; * cheia seja toda a terra de sua glória. Amém e Amém.


1 Reis 10: 14-25
14O peso do ouro que Salomão recebia anualmente era de vinte e três mil e trezentos quilos,
15fora os impostos pagos por mercadores e comerciantes, por todos os reis da Arábia e pelos governadores do país.
16O rei Salomão fez duzentos escudos grandes de ouro batido, utilizando três quilos e seiscentos gramas de ouro em cada um.
17Também fez trezentos escudos pequenos de ouro batido, com um quilo e oitocentos gramas de ouro em cada um. O rei os colocou no Palácio da Floresta do Líbano.
18O rei mandou fazer ainda um grande trono de marfim revestido de ouro puro.
19O trono tinha seis degraus, e o seu encosto tinha a parte alta arredondada. Nos dois lados do assento havia braços, com um leão junto a cada braço.
20Havia doze leões nos seis degraus, um em cada ponta de cada degrau. Nada igual havia sido feito em nenhum outro reino.
21Todas as taças do rei Salomão eram de ouro, bem como todos os utensílios do Palácio da Floresta do Líbano. Não havia nada de prata, pois a prata quase não tinha valor nos dias de Salomão.
22O rei tinha no mar uma frota de navios mercantes com os navios de Hirão. Cada três anos a frota voltava, trazendo ouro, prata, marfim, macacos e pavões.
23O rei Salomão era o mais rico e o mais sábio de todos os reis da terra.
24Gen­te de todo o mundo pedia audiência a Salomão para ouvir a sabedoria que Deus lhe tinha dado.
25Ano após ano, todos os visitantes traziam algum presente: utensílios de prata e de ouro, mantos, armas e especiarias, cavalos e mulas.


Efésios 4: 7, 11-16
7 E a cada um de nós foi concedida a graça, conforme a medida repartida por Cristo.
11 E ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres,
12 com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado,
13 até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo.
14 O propósito é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para outro pelas ondas, nem jogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela astúcia e esperteza de homens que induzem ao erro.
15 Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.
16 Dele todo o corpo, ajustado e unido pelo auxílio de todas as juntas, cresce e edifica-se a si mesmo em amor, na medida em que cada parte realiza a sua função.