oda043 Sábado

oda043 Sábado, 11 de janeiro de 2020 : Salmo 29; 1 Samuel 7: 3-17; Atos 9: 19b-31

Salmos Litúrgicos Livro 1 Quinto Dia: Oração Vespertina
Salmo 29 Afferte Domino
TRIBUTEM ao SENHOR, filhos e flhas de Deus, * tributem ao SENHOR glória e força.
2 Tributem ao SENHOR a glória de seu Nome; * adorem ao SENHOR na beleza da santidade.
3 A voz do SENHOR se ouve sobre as águas; o Deus da glória se faz ouvir qual trovão. * A voz do SENHOR está sobre a vastidão das águas.
4 A voz do SENHOR é poderosa; * a voz do SENHOR é cheia de majestade.
5 A voz do SENHOR quebra os cedros, * os cedros do Líbano despedaça.
6 Ele os faz saltar como um bezerro; * ao Líbano e Siriom quais bois selvagens.
7 A voz do SENHOR * separa as labaredas do fogo.
8 A voz do SENHOR faz tremer o deserto; * o SENHOR faz tremer o deserto de Cades.
9 A voz do SENHOR multiplica a vida; * e no seu templo é proclamada a sua glória.
10 O SENHOR preside aos dilúvios; * e, como Rei, o SENHOR preside para sempre.
11 A seu povo o SENHOR dá forças; * com paz Deus abençoa seu povo.


1 Samuel 7: 3-17
3E Samuel disse a toda a nação de Israel: “Se vocês querem voltar-se para o Senhor de todo o coração, livrem-se então dos deuses estrangeiros e das imagens de Astarote, consagrem-se ao Senhor e prestem culto somente a ele, e ele os libertará das mãos dos filisteus”.
4Assim, os israelitas se livraram dos baalins e dos postes sagrados e começaram a prestar culto somente ao Senhor.
5E Samuel prosseguiu: “Reúnam todo o Israel em Mispá, e eu intercederei ao Senhor a favor de vocês”.
6Quando eles se reuniram em Mispá, tiraram água e a derramaram perante o Senhor. Naquele dia jejuaram e ali disseram: “Temos pecado contra o Senhor”. E foi em Mispá que Samuel liderou os israelitas como juiz.
7Quando os filisteus souberam que os israelitas estavam reunidos em Mispá, os governantes dos filisteus saíram para atacá-los. Quando os israelitas souberam disso, ficaram com medo.
8E disseram a Samuel: “Não pares de clamar por nós ao Senhor, o nosso Deus, para que nos salve das mãos dos filisteus”.
9Então Samuel pegou um cordeiro ainda não desmamado e o ofereceu inteiro como holocausto ao Senhor. Ele clamou ao Senhor em favor de Israel, e o Senhor lhe respondeu.
10Enquanto Samuel oferecia o holocausto, os filisteus se aproximaram para combater Israel. Naquele dia, porém, o Senhor trovejou com fortíssimo estrondo contra os filisteus e os colocou em pânico, e foram derrotados por Israel.
11Os soldados de Israel saíram de Mispá e perseguiram os filisteus até um lugar abaixo de Bete-Car, matando-os pelo caminho.
12Então Samuel pegou uma pedra e a ergueu entre Mispá e Sem; e deu-lhe o nome de Ebenézer, dizendo: “Até aqui o Senhor nos ajudou”.
13Assim os filisteus foram dominados e não voltaram a invadir o território israelita. A mão do Senhor esteve contra os filisteus durante toda a vida de Samuel.
14As cidades que os filisteus haviam conquistado foram devolvidas a Israel, desde Ecrom até Gate. Israel libertou os territórios ao redor delas do poder dos filisteus. E houve também paz entre Israel e os amorreus.
15Samuel continuou como juiz de Israel durante todos os dias de sua vida.
16A cada ano percorria Betel, Gilgal e Mispá, decidindo as questões de Israel em todos esses lugares.
17Mas sempre retornava a Ramá, onde ficava sua casa; ali ele liderava Israel como juiz e naquele lugar construiu um altar em honra ao Senhor.


Atos 9: 19b-31
19b Saulo passou vários dias com os discípulos em Damasco.
20Logo começou a pregar nas sinagogas que Jesus é o Filho de Deus.
21Todos os que o ouviam ficavam perplexos e perguntavam: “Não é ele o homem que procurava destruir em Jerusalém aqueles que invocam este nome? E não veio para cá justamente para levá-los presos aos chefes dos sacerdotes?”
22Todavia, Saulo se fortalecia cada vez mais e confundia os judeus que viviam em Damasco, demonstrando que Jesus é o Cristo.
23Decorridos muitos dias, os judeus decidiram de comum acordo matá-lo,
24mas Saulo ficou sabendo do plano deles. Dia e noite eles vigiavam as portas da cidade a fim de matá-lo.
25Mas os seus discípulos o levaram de noite e o fizeram descer num cesto, através de uma abertura na muralha.
26Quando chegou a Jerusalém, tentou reunir-se aos discípulos, mas todos estavam com medo dele, não acreditando que fosse realmente um discípulo.
27Então Barnabé o levou aos apóstolos e lhes contou como, no caminho, Saulo vira o Senhor, que lhe falara, e como em Damasco ele havia pregado corajosamente em nome de Jesus.
28Assim, Saulo ficou com eles e andava com liberdade em Jerusalém, pregando corajosamente em nome do Senhor.
29Falava e discutia com os judeus de fala grega, mas estes tentavam matá-lo.
30Sabendo disso, os irmãos o levaram para Cesareia e o enviaram para Tarso.
31A igreja passava por um período de paz em toda a Judeia, Galileia e Samaria. Ela se edificava e, encorajada pelo Espírito Santo, crescia em número, vivendo no temor do Senhor.