ODC133 Terça

ODC133 Terça-feira, 23 de abril de 2019: Salmo 118:1-2,14-24; Juízes 4:17-23;5:24-31a; Apocalipse 12:1-12

Salmos 118:1-2,14-24
Salmos Litúrgicos Livro V Vigésimo Quarto Dia: Oração Matutina
Salmos 118:1-2,14-24 Confitemini Domino
RENDAM graças ao SENHOR, porque ele é bom, * a sua misericórdia permanece para sempre.
2 Diga, pois, Israel * que sua misericórdia permanece para sempre.
14 O SENHOR é a minha força e o meu cântico, * e se tornou minha salvação.
15 Há vozes de júbilo e de vitória na tenda das pessoas justas; * a destra do SENHOR faz maravilhas.
16 O poder do SENHOR é excelso, * o poder do nosso Deus opera virtude.
17 Não morrerei, mas viverei, * para contar os feitos do SENHOR.
18 O SENHOR castigou-me duramente, * mas não me entregou à morte.
19 Abri-me as portas da justiça * e eu entrarei por elas, louvando ao SENHOR.
20 Este é o pórtico do SENHOR * por ele pessoas justas entrarão.
21 Te darei graças por me haveres respondido, * pois és minha salvação.
22 A pedra que os edificadores rejeitaram * tornou-se a principal pedra angular.
23 Isto se fez por obra do SENHOR, * e é coisa maravilhosa aos nossos olhos.
24 Este é o dia que fez o SENHOR; * nele nos alegremos e regozijemos.


Juízes 4:17-23;5:24-31a
17 Sísera, porém, fugiu a pé para a tenda de Jael, mulher do queneu Héber, pois havia paz entre Jabim, rei de Hazor, e o clã do queneu Héber.
18 Jael saiu ao encontro de Sísera e o convidou: “Venha, entre na minha tenda, meu senhor. Não tenha medo!” Ele entrou, e ela o cobriu com um pano.
19 “Estou com sede”, disse ele. “Por favor, dê-me um pouco de água.” Ela abriu uma vasilha de leite feita de couro, deu-lhe de beber, e tornou a cobri-lo.
20 E Sísera disse à mulher: “Fique à entrada da tenda. Se alguém passar e perguntar se há alguém aqui, responda que não”.
21 Entretanto, Jael, mulher de Héber, apanhou uma estaca da tenda e um martelo e aproximou-se silenciosamente enquanto ele, exausto, dormia um sono profundo. E cravou-lhe a estaca na têmpora até penetrar o chão, e ele morreu.
22 Baraque passou à procura de Sísera, e Jael saiu ao seu encontro. “Venha”, disse ela, “eu mostrarei a você o homem que você está procurando.” E entrando ele na tenda, viu ali caído Sísera, morto, com a estaca atravessada nas têmporas.
23 Naquele dia, Deus subjugou Jabim, o rei cananeu, perante os israelitas.
Juízes 5:24-31a
24 “Que Jael seja a mais bendita das mulheres,Jael, mulher de Héber, o queneu! Seja ela bendita entre as mulheres que habitam em tendas!
25 Ele pediu água, e ela lhe deu leite; numa tigela digna de príncipes trouxe-lhe coalhada.
26 Ela estendeu a mão e apanhou a estaca da tenda; e com a mão direita o martelo do trabalhador. Golpeou Sísera, esmigalhou sua cabeça, esmagou e traspassou suas têmporas.
27 Aos seus pés ele se curvou, caiu e ali ficou prostrado. Aos seus pés ele se curvou e caiu; onde caiu, ali ficou. Morto!
28 “Pela janela olhava a mãe de Sísera; atrás da grade ela exclamava: ‘Por que o seu carro se demora tanto? Por que custa a chegar o ruído de seus carros?’
29 As mais sábias de suas damas respondiam, e ela continuava falando consigo mesma:
30 ‘Estarão achando e repartindo os despojos? Uma ou duas moças para cada homem, roupas coloridas como despojo para Sísera, roupas coloridas e bordadas, tecidos bordados para o meu pescoço, tudo isso como despojo?’
31 “Assim pereçam todos os teus inimigos, ó Senhor! Mas os que te amam sejam como o sol quando se levanta na sua força”.


Apocalipse 12:1-12
A mulher e o dragão
1 Apareceu no céu um sinal extraordinário: uma mulher vestida do sol, com a lua debaixo dos seus pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça.
2 Ela estava grávida e gritava de dor, pois estava para dar à luz.
3 Então apareceu no céu outro sinal: um enorme dragão vermelho com sete cabeças e dez chifres, tendo sobre as cabeças sete coroas.
4 Sua cauda arrastou consigo um terço das estrelas do céu, lançando-as na terra. O dragão pôs-se diante da mulher que estava para dar à luz, para devorar o seu filho no momento em que nascesse.
5 Ela deu à luz um filho, um homem, que governará todas as nações com cetro de ferro. Seu filho foi arrebatado para junto de Deus e de seu trono.
6 A mulher fugiu para o deserto, para um lugar que lhe havia sido preparado por Deus, para que ali a sustentassem durante mil duzentos e sessenta dias.
7 Houve então uma guerra nos céus. Miguel e seus anjos lutaram contra o dragão, e o dragão e os seus anjos revidaram.
8 Mas estes não foram suficientemente fortes, e assim perderam o seu lugar nos céus.
9 O grande dragão foi lançado fora. Ele é a antiga serpente chamada Diabo ou Satanás, que engana o mundo todo. Ele e os seus anjos foram lançados à terra.
10 Então ouvi uma forte voz dos céus, que dizia:
“Agora veio a salvação,
o poder e o Reino
do nosso Deus,
e a autoridade do seu Cristo,
pois foi lançado fora
o acusador
dos nossos irmãos,
que os acusa diante
do nosso Deus, dia e noite.
11 Eles o venceram
pelo sangue do Cordeiro
e pela palavra do testemunho
que deram;
diante da morte,
não amaram a própria vida.
12 Portanto, celebrem-no, ó céus,
e os que neles habitam!
Mas ai da terra e do mar,
pois o Diabo desceu até vocês!
Ele está cheio de fúria,
pois sabe que lhe resta
pouco tempo”.