ODC134 Quarta

ODC134 Quarta-feira: Salmo 118:1-2,14-24; 2 Samuel 6:1-15; Lucas 24:1-12

Salmos 118:1-2,14-24
Salmos Litúrgicos Livro V Vigésimo Quarto Dia: Oração Matutina
Salmos 118:1-2,14-24 Confitemini Domino
RENDAM graças ao SENHOR, porque ele é bom, * a sua misericórdia permanece para sempre.
2 Diga, pois, Israel * que sua misericórdia permanece para sempre.
14 O SENHOR é a minha força e o meu cântico, * e se tornou minha salvação.
15 Há vozes de júbilo e de vitória na tenda das pessoas justas; * a destra do SENHOR faz maravilhas.
16 O poder do SENHOR é excelso, * o poder do nosso Deus opera virtude.
17 Não morrerei, mas viverei, * para contar os feitos do SENHOR.
18 O SENHOR castigou-me duramente, * mas não me entregou à morte.
19 Abri-me as portas da justiça * e eu entrarei por elas, louvando ao SENHOR.
20 Este é o pórtico do SENHOR * por ele pessoas justas entrarão.
21 Te darei graças por me haveres respondido, * pois és minha salvação.
22 A pedra que os edificadores rejeitaram * tornou-se a principal pedra angular.
23 Isto se fez por obra do SENHOR, * e é coisa maravilhosa aos nossos olhos.
24 Este é o dia que fez o SENHOR; * nele nos alegremos e regozijemos.


2 Samuel 6:1-15
1 De novo Davi reuniu os melhores guerreiros de Israel, trinta mil ao todo.
2 Ele e todos os que o acompanhavam partiram para Baalá, em Judá, para buscar a arca de Deus, arca sobre a qual é invocado o Nome, o nome do Senhor dos Exércitos, que tem o seu trono entre os querubins acima dela.
3 Puseram a arca de Deus num carroção novo e a levaram da casa de Abinadabe, na colina. Uzá e Aiô, filhos de Abinadabe, conduziam o carroção
4 com a arca de Deus; Aiô andava na frente dela.
5 Davi e todos os israelitas iam cantando e dançando perante o Senhor, ao som de todo tipo de instrumentos de pinho: harpas, liras, tamborins, chocalhos e címbalos.
6 Quando chegaram à eira de Nacom, Uzá esticou o braço e segurou a arca de Deus, porque os bois haviam tropeçado.
7 A ira do Senhor acendeu-se contra Uzá por seu ato de irreverência. Por isso Deus o feriu, e ele morreu ali mesmo, ao lado da arca de Deus.
8 Davi ficou contrariado porque o Senhor, em sua ira, havia fulminado Uzá. Até hoje aquele lugar é chamado Perez-Uzá.
9 Naquele dia Davi teve medo do Senhor e se perguntou: “Como vou conseguir levar a arca do Senhor?”
10 Por isso ele desistiu de levar a arca do Senhor para a Cidade de Davi. Em vez disso, levou-a para a casa de Obede-Edom, de Gate.
11 A arca do Senhor ficou na casa dele por três meses, e o Senhor o aben­çoou e a toda a sua família.
12 E disseram ao rei Davi: “O Senhor tem abençoado a família de Obede-Edom e tudo o que ele possui, por causa da arca de Deus”. Então Davi, com grande festa, foi à casa de Obede-Edom e ordenou que levassem a arca de Deus para a Cidade de Davi.
13 Quando os que carregavam a arca do Senhor davam seis passos, ele sacrificava um boi e um novilho gordo.
14 Davi, vestindo o colete sacerdotal de linho, foi dançando com todas as suas forças perante o Senhor,
15 enquanto ele e todos os israelitas levavam a arca do Senhor ao som de gritos de alegria e de trombetas.


Lucas 24:1-12
A Ressurreição
1 No primeiro dia da semana, de manhã bem cedo, as mulheres levaram ao sepulcro as especiarias aromáticas que haviam preparado.
2 Encontraram removida a pedra do sepulcro,
3 mas, quando entraram, não encontraram o corpo do Senhor Jesus.
4 Ficaram perplexas, sem saber o que fazer. De repente, dois homens com roupas que brilhavam como a luz do sol colocaram-se ao lado delas.
5 Amedrontadas, as mulheres baixaram o rosto para o chão, e os homens lhes disseram: “Por que vocês estão procurando entre os mortos aquele que vive?
6 Ele não está aqui! Ressuscitou! Lembrem-se do que ele disse, quando ainda estava com vocês na Galileia:
7 ‘É necessário que o Filho do homem seja entregue nas mãos de homens pecadores, seja crucificado e ressuscite no terceiro dia’ “.
8 Então se lembraram das palavras de Jesus.
9 Quando voltaram do sepulcro, elas contaram todas estas coisas aos Onze e a todos os outros.
10 As que contaram estas coisas aos apóstolos foram Maria Madalena, Joana e Maria, mãe de Tiago, e as outras que estavam com elas.
11 Mas eles não acreditaram nas mulheres; as palavras delas lhes pareciam loucura.
12 Pedro, todavia, levantou-se e correu ao sepulcro. Abaixando-se, viu as faixas de linho e mais nada; afastou-se, e voltou admirado com o que acontecera.