ODC167 Segunda

ODC167 Segunda: Salmo 29; Êxodo 40:16-38; Atos 16:35-40

Salmos Litúrgicos Livro 1 Quinto Dia: Oração Vespertina
Salmo 29 Afferte Domino
TRIBUTEM ao SENHOR, filhos e flhas de Deus, * tributem ao SENHOR glória e força.
2 Tributem ao SENHOR a glória de seu Nome; * adorem ao SENHOR na beleza da santidade.
3 A voz do SENHOR se ouve sobre as águas; o Deus da glória se faz ouvir qual trovão. * A voz do SENHOR está sobre a vastidão das águas.
4 A voz do SENHOR é poderosa; * a voz do SENHOR é cheia de majestade.
5 A voz do SENHOR quebra os cedros, * os cedros do Líbano despedaça.
6 Ele os faz saltar como um bezerro; * ao Líbano e Siriom quais bois selvagens.
7 A voz do SENHOR * separa as labaredas do fogo.
8 A voz do SENHOR faz tremer o deserto; * o SENHOR faz tremer o deserto de Cades.
9 A voz do SENHOR multiplica a vida; * e no seu templo é proclamada a sua glória.
10 O SENHOR preside aos dilúvios; * e, como Rei, o SENHOR preside para sempre.
11 A seu povo o SENHOR dá forças; * com paz Deus abençoa seu povo.


Êxodo 40:16-38
16 Moisés fez tudo conforme o Senhor lhe havia ordenado.
17 Assim, o tabernáculo foi armado no primeiro dia do primeiro mês do segundo ano.
18 Moisés armou o tabernáculo, colocou as bases em seus lugares, armou as molduras, colocou as vigas e levantou as colunas.
19 Depois estendeu a tenda sobre o tabernáculo e colocou a cober­tura sobre ela, como o Senhor tinha ordenado.
20 Colocou também as tábuas da aliança na arca, fixou nela as varas, e pôs sobre ela a tampa.
21 Em seguida, trouxe a arca para dentro do tabernáculo e pendurou o véu protetor, co­brindo a arca da aliança, como o Senhor tinha ordenado.
22 Moisés colocou a mesa na Tenda do Encontro, no lado norte do tabernáculo, do lado de fora do véu,
23 e sobre ela colocou os pães da Presença, diante do Senhor, como o Senhor tinha ordenado.
24 Pôs o candelabro na Tenda do Encon­tro, em frente da mesa, no lado sul do taberná­culo,
25 e colocou as lâmpadas diante do Senhor, como o Senhor tinha ordenado.
26 Moisés também pôs o altar de ouro na Tenda do Encontro, diante do véu,
27 e nele quei­mou incenso aromático, como o Senhor tinha ordenado.
28 Pôs também a cortina à entrada do tabernáculo.
29 Montou o altar de holocaustos à entra­da do tabernáculo, a Tenda do Encontro, e so­bre ele ofereceu holocaustos e ofertas de cereal, como o Senhor tinha ordenado.
30 Colocou a bacia entre a Tenda do En­contro e o altar, e encheu-a de água;
31 Moisés, Arão e os filhos deste usavam-na para lavar as mãos e os pés.
32 Sempre que entravam na Tenda do Encontro e se aproximavam do altar, eles se lavavam, como o Senhor tinha ordenado a Moisés.
33 Finalmente, Moisés armou o pátio ao redor do tabernáculo e colocou a cortina à en­trada do pátio. Assim, Moisés terminou a obra.
34 Então a nuvem cobriu a Tenda do En­contro, e a glória do Senhor encheu o taberná­culo.
35 Moisés não podia entrar na Tenda do Encontro, porque a nuvem estava sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo.
36 Sem­pre que a nuvem se erguia sobre o tabernáculo, os israelitas seguiam viagem;
37 mas, se a nuvem não se erguia, eles não prosseguiam; só partiam no dia em que ela se erguia.
38 De dia a nuvem do Senhor ficava sobre o taberná­culo, e de noite havia fogo na nuvem, à vista de toda a nação de Israel, em todas as suas viagens.


Atos 16:35-40
35 Quando amanheceu, os magistrados mandaram os seus soldados ao carcereiro com esta ordem: “Solte estes homens”.
36 O carcereiro disse a Paulo: “Os magistrados deram ordens para que você e Silas sejam libertados. Agora podem sair. Vão em paz”.
37 Mas Paulo disse aos soldados: “Sendo nós cidadãos romanos, eles nos açoitaram publicamente sem processo formal e nos lançaram na prisão. E agora querem livrar-se de nós secretamente? Não! Venham eles mesmos e nos libertem”.
38 Os soldados relataram isso aos magistrados, os quais, ouvindo que Paulo e Silas eram romanos, ficaram atemorizados.
39 Vieram para se desculpar diante deles e, conduzindo-os para fora da prisão, pediram-lhes que saíssem da cidade.
40 Depois de saírem da prisão, Paulo e Silas foram à casa de Lídia, onde se encontraram com os irmãos e os encorajaram. E então partiram.