ODC168 Terça

ODC168 Terça: Salmo 29; 2 Crônicas 5:2-14; Atos 26:19-29

Salmos Litúrgicos Livro 1 Quinto Dia: Oração Vespertina
Salmo 29 Afferte Domino
TRIBUTEM ao SENHOR, filhos e filhas de Deus, * tributem ao SENHOR glória e força.
2 Tributem ao SENHOR a glória de seu Nome; * adorem ao SENHOR na beleza da santidade.
3 A voz do SENHOR se ouve sobre as águas; o Deus da glória se faz ouvir qual trovão. * A voz do SENHOR está sobre a vastidão das águas.
4 A voz do SENHOR é poderosa; * a voz do SENHOR é cheia de majestade.
5 A voz do SENHOR quebra os cedros, * os cedros do Líbano despedaça.
6 Ele os faz saltar como um bezerro; * ao Líbano e Siriom quais bois selvagens.
7 A voz do SENHOR * separa as labaredas do fogo.
8 A voz do SENHOR faz tremer o deserto; * o SENHOR faz tremer o deserto de Cades.
9 A voz do SENHOR multiplica a vida; * e no seu templo é proclamada a sua glória.
10 O SENHOR preside aos dilúvios; * e, como Rei, o SENHOR preside para sempre.
11 A seu povo o SENHOR dá forças; * com paz Deus abençoa seu povo.


2 Crônicas 5:2-14
A arca é levada para o templo
2 Então Salomão reuniu em Jerusalém as autoridades de Israel e todos os líderes das tribos e os chefes das famílias israelitas, para levarem de Sião, a Cidade de Davi, a arca da aliança do Senhor.
3 E todos os homens de Israel uniram-se ao rei por ocasião da festa, no sétimo mês.
4 Quando todas as autoridades de Israel chegaram, os levitas pegaram a arca
5 e a levaram com a Tenda do Encontro e com todos os seus utensílios sagrados. Foram os sacerdotes levitas que levaram tudo.
6 O rei Salomão e toda a comunidade de Israel que se havia reunido a ele diante da arca sacrificaram tantas ­ovelhas e bois que nem era possível con­tar.
7 Os sacerdotes levaram a arca da aliança do Senhor para o seu lugar no santuário interno do templo, no Lugar Santíssimo, e a colocaram debaixo das asas dos querubins.
8 Os querubins tinham suas asas estendidas sobre o lugar da arca e cobriam a arca e as varas utilizadas para o trans­porte.
9 Es­sas varas eram tão compridas que as suas pontas se estendiam para fora da arca e podiam ser vistas da parte da fren­te do santuário interno, mas não de fora dele; e elas estão lá até hoje.
10 Na arca havia só as duas tábuas que Moisés tinha colocado quando estava em Horebe, onde o Senhor fez uma aliança com os israelitas depois que saíram do Egito.
11 Os sacerdotes saíram do Lugar Santo. Todos eles haviam se consagrado, não importando a divisão a que pertenciam.
12 E todos os levitas que eram músicos – Asafe, Hemã, Jedutum e os filhos e parentes deles – ficaram a leste do altar, vestidos de linho fino, tocando címbalos, harpas e liras, e os acompanhavam cento e vinte sacerdotes tocando cornetas.
13 Os que tocavam cornetas e os cantores, em unís­sono, louvaram e agra­deceram ao Senhor. Ao som de cornetas, címbalos e outros instrumentos, levantaram suas vozes em louvor ao Senhor e cantaram:
“Ele é bom; o seu amor dura para sempre”. Então uma nuvem encheu o templo do Senhor,
14 de forma que os sacerdotes não podiam desempenhar o seu serviço, pois a glória do Senhor encheu o templo de Deus.


Atos 26:19-29
19 “Assim, rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial.
20 Preguei em primeiro lugar aos que estavam em Damasco, depois aos que estavam em Jerusalém e em toda a Judeia, e também aos gentios, dizendo que se arrependessem e se voltassem para Deus, praticando obras que mostrassem o seu arrependimento.
21 Por isso os judeus me prenderam no pátio do templo e tentaram matar-me.
22 Mas tenho contado com a ajuda de Deus até o dia de hoje, e, por este motivo, estou aqui e dou testemunho tanto a gente simples como a gente importante. Não estou dizendo nada além do que os profetas e Moisés disseram que haveria de acontecer:
23 que o Cristo haveria de sofrer e, sendo o primeiro a ressuscitar dentre os mortos, proclamaria luz para o seu próprio povo e para os gentios”.
24 A esta altura Festo interrompeu a defesa de Paulo e disse em alta voz: “Você está louco, Paulo! As muitas letras o estão levando à loucura!”
25 Respondeu Paulo: “Não estou louco, excelentíssimo Festo. O que estou dizendo é verdadeiro e de bom senso.
26 O rei está familiarizado com essas coisas, e lhe posso falar abertamente. Estou certo de que nada disso escapou do seu conhecimento, pois nada se passou num lugar qualquer.
27 Rei Agripa, crês nos profetas? Eu sei que sim”.
28 Então Agripa disse a Paulo: “Você acha que em tão pouco tempo pode convencer-me a tornar-me cristão?”
29 Paulo respondeu: “Em pouco ou em muito tempo, peço a Deus que não apenas tu, mas todos os que hoje me ouvem se tornem como eu, porém sem estas algemas”.