Odc240 Terça

Odc240 Terça-feira, 30 de julho de 2019: Salmo 55:16-23; Ester 6:1-7:6; Romanos 9:30-10:4 OU Salmo 44; Oséias 6:1-10; Romanos 9:30-10:4


Salmos Litúrgicos Livro II Décimo Dia: Oração Vespertina
Salmo 55:16-23 Exaudi, Deus
16 Eu, porém, invocarei a Deus, * e o SENHOR me salvará.
17 De tarde, de manhã e ao meio-dia orarei e clamarei; * e ele ouvirá a minha voz.
18 Ele livrará a minha alma e a porá em segurança, * pois são muita gente contende contra mim.
19 Deus me ouvirá, e o que preside desde a eternidade lhes repreenderá; * porque são teimam e não temem a DEUS.
20 Assim é quem estende as mãos contra quem vive em paz; * quebrando a aliança.
21 Suas palavras eram macias, mas a guerra estava no coração; * suas palavras eram mais brandas do que o azeite; contudo, eram espadas desembainhadas.
22 Deixa com o SENHOR os teus cuidados e Ele te susterá; * jamais permitirá que quem pratica a justiça sofra abalos.
23 E tu, DEUS, farás que gente sanguinária e fraudadora desça ao poço da destruição e não viva a metade dos seus dias, * porém eu confiarei em ti.


Ester 6:1-7:6
Mardoqueu é honrado e Hamã humilhado
1 Naquela noite, o rei não conseguiu dormir; por isso ordenou que trouxessem o livro das crônicas do seu reinado e que o lessem para ele.
2 E foi lido o registro de que Mardoqueu tinha denunciado Bigtã e Teres, dois dos oficiais do rei que guardavam a entrada do Palácio e que haviam conspirado para assassinar o rei Xerxes.
3 “Que honra e reconhecimento Mardo­queu recebeu por isso?”, perguntou o rei.
Seus oficiais responderam: “Nada lhe foi feito”.
4 O rei perguntou: “Quem está no pátio?” Ora, Hamã havia acabado de entrar no pátio externo do palácio para pedir ao rei o enforca­mento de Mardoqueu na forca que ele lhe havia preparado.
5 Os oficiais do rei responderam: “É Hamã que está no pátio”.
“Façam-no entrar”, ordenou o rei.
6 Entrando Hamã, o rei lhe perguntou: “O que se deve fazer ao homem que o rei tem o prazer de honrar?”
E Hamã pensou consigo: “A quem o rei teria prazer de honrar, senão ­a mim?”
7 Por isso respondeu ao rei: “Ao homem que o rei tem prazer de honrar,
8 ordena que tragam um manto do próprio rei e um cavalo que o rei montou, e que ele leve o brasão do rei na cabeça.
9 Em segui­da, sejam o manto e o cavalo confiados a alguns dos príncipes mais nobres do rei, e ponham eles o manto sobre o homem que o rei deseja honrar e o conduzam sobre o cavalo pelas ruas da cidade, proclamando diante dele: ‘Isto é o que se faz ao homem que o rei tem o prazer de honrar!’ “
10 O rei ordenou então a Hamã: “Vá depressa apanhar o manto e o cavalo e faça ao judeu Mardoqueu o que você sugeriu. Ele está sentado junto à porta do palácio real. Não omita nada do que você recomendou”.
11 Então Hamã apanhou o cavalo, vestiu Mardoqueu com o manto e o conduziu sobre o cavalo pelas ruas da cidade, proclamando à frente dele: “Isto é o que se faz ao homem que o rei tem o prazer de honrar!”
12 Depois disso, Mardoqueu voltou para a porta do palácio real. Hamã, porém, correu para casa com o rosto coberto, muito aborrecido
13 e contou a Zeres, sua mulher, e a todos os seus amigos tudo o que lhe havia acontecido. Tanto os seus conselheiros como Zeres, sua mulher, lhe disseram: “Visto que Mardo­queu, diante de quem começou a sua queda, é de origem judaica, você não terá condições de enfrentá-lo. Sem dúvida, você ficará arruinado!”
14 E, enquanto ainda conversavam, chegaram os oficiais do rei e, às pressas, levaram Hamã para o banquete que Ester havia preparado.
Ester 7:1-6
1 O rei e Hamã foram ao banquete com a rainha Ester,
2 e, enquanto estavam beben­do vinho no segundo dia, o rei perguntou de novo: “Rainha Ester, qual é o seu pedido? Você será atendida. Qual o seu desejo? Mesmo que seja a metade do reino, isso será concedido a você”.
3 Então a rainha Ester respondeu: “Se posso contar com o favor do rei e se isto lhe agrada, poupe a minha vida e a vida do meu povo; este é o meu pedido e o meu desejo.
4 Pois eu e meu povo fomos vendidos para destruição, morte e aniquilação. Se apenas tivéssemos sido vendidos como escravos e escravas, eu teria ficado em silêncio, porque nenhuma aflição como essa justificaria perturbar o rei”.
5 O rei Xerxes perguntou à rainha Ester: “Quem se atreveu a uma coisa dessas? Onde está ele?”
6 Respondeu Ester: “O adversário e inimigo é Hamã, esse perverso”.
Diante disso, Hamã ficou apavorado na presença do rei e da rainha.

Romanos 9:30-10:4
A descrença de Israel
30 Que diremos, então? Os gentios, que não buscavam justiça, a obtiveram, uma justiça que vem da fé;
31 mas Israel, que buscava uma lei que trouxesse justiça, não a alcançou.
32 Por que não? Porque não a buscava pela fé, mas como se fosse por obras. Eles tropeçaram na “pedra de tropeço”.
33 Como está escrito:
“Eis que ponho em Sião
uma pedra de tropeço
e uma rocha que faz cair;
e aquele que nela confia
jamais será envergonhado”.
Romanos 10:1-4
1 Irmãos, o desejo do meu coração e a minha oração a Deus pelos israelitas é que eles sejam salvos.
2 Posso testemunhar que eles têm zelo por Deus, mas o seu zelo não se baseia no conhecimento.
3 Porquanto, ignorando a justiça que vem de Deus e procurando estabelecer a sua própria, não se submeteram à justiça de Deus.
4 Porque o fim da Lei é Cristo, para a justificação de todo o que crê.

OU


Salmos Litúrgicos
Livro II Nono Dla Oração Matutina
Salmo 44 Deus, auribus
Ó DEUS, nós escutamos com os nossos ouvidos, e nossos pais nos declararam as grandes obras * que tu fizeste em seus dias, nos tempos antigos.
2 Fizeste sair as nações * e as estabeleceste.
3 Nao foi pela espada, nem pela força, que se apossaram da terra, * mas a tua mão e a luz do teu rosto os favoreceu.
4 Tu és o meu rei, ó Deus; * ordena salvação para o teu povo.
5 Com teu auxílio triunfaremos; * em teu Nome venceremos quem se levanta contra nós.
6 Pois não confiarei no meu arco, * nem a minha espada me salvará.
7 Mas tu nos salvaste de quem era contra nós, * e confundiste quem nos odiava.
8 Em Deus nos gloriamos todo o dia, * e louvamos o teu Nome eternamente.
9 Mas agora nos pões à prova, * e nos deixas na solidão.
10 Tu nos fazes bater em retirada, * e os que nos perseguem nos despojam.
11 Somos entregues como ovelhas para alimento, * e nos espalhas entre as nações.
12 Vendes por nada o teu povo; * não lucras com o preço dele.
13 Sofremos desprezo por nossa vizinhança, * e servimos de menosprezo e zombaria a quem nos rodeia.
14 Servimos de provérbio entre as nações, * e balançam a cabeça por nossa causa.
15 Confusão está constantemente diante de mim * e vergonha cobre o meu rosto,
16 Pela voz do que afronta e insulta, * e à vista de gente inimiga e vingadora.
17 Tudo isto nos sobreveio; mas não nos esquecemos de ti, * nem fomos infiéis ao teu pacto;
18 Nosso coração não tornou atrás, * nem os nossos passos se desviaram de teus caminhos.
19 Ainda que vivendo a humilhação * sob a cobertura da sombra da morte.
20 Se nos esquecemos do Nome do nosso Deus * ou estendemos a mão a deus estranho,
21 Porventura DEUS não saberia isso? * Pois ele conhece os segredos do coração.
22 Por amor de ti somos entregues à morte continuamente; * somos como ovelhas levadas para o matadouro.
23 Adesperta, por que dormes, SENHOR? * Acorda, não nos rejeites para sempre.
24 Por que escondes tua face, * e te esqueces da nossa miséria e opressão?
25 Nossa alma está abatida até o pó, * e nosso corpo se apega à terra.
26 Levanta-te em nosso auxílio, * e resgata-nos por amor da tua misericórdia.

Oséias 6:1-10
Israel é impenitente
1 “Venham, voltemos para o Senhor.
Ele nos despedaçou,
mas nos trará cura;
ele nos feriu,
mas sarará nossas feridas.
2 Depois de dois dias
ele nos dará vida novamente;
ao terceiro dia, ele nos restaurará,
para que vivamos em sua presença.
3 Conheçamos o Senhor;
esforcemo-nos por conhecê-lo.
Tão certo como nasce o sol,
ele aparecerá;
virá para nós como as chuvas de inverno,
como as chuvas de primavera
que regam a terra.”
4 “Que posso fazer com você, Efraim?
Que posso fazer com você, Judá?
Seu amor é como a neblina da manhã,
como o primeiro orvalho
que logo evapora.
5 Por isso eu os despedacei
por meio dos meus profetas,
eu os matei com as palavras
da minha boca;
os meus juízos reluziram
como relâmpagos sobre vocês.
6 Pois desejo misericórdia
e não sacrifícios;
conhecimento de Deus
em vez de holocaustos.
7 Na cidade de Adão,
eles quebraram a aliança
e me foram infiéis.
8 Gileade é uma cidade de ímpios,
maculada de sangue.
9 Assim como os assaltantes
ficam de emboscada
à espera de um homem,
assim fazem também
os bandos de sacerdotes;
eles assassinam na estrada de Siquém
e cometem outros crimes vergonhosos.
10 Vi uma coisa terrível na terra de Israel.
Ali Efraim se prostitui,
e Israel está contaminado.

Romanos 9:30-10:4
A descrença de Israel
30 Que diremos, então? Os gentios, que não buscavam justiça, a obtiveram, uma justiça que vem da fé;
31 mas Israel, que buscava uma lei que trouxesse justiça, não a alcançou.
32 Por que não? Porque não a buscava pela fé, mas como se fosse por obras. Eles tropeçaram na “pedra de tropeço”.
33 Como está escrito:
“Eis que ponho em Sião
uma pedra de tropeço
e uma rocha que faz cair;
e aquele que nela confia
jamais será envergonhado”.
Romanos 10:1-4
1 Irmãos, o desejo do meu coração e a minha oração a Deus pelos israelitas é que eles sejam salvos.
2 Posso testemunhar que eles têm zelo por Deus, mas o seu zelo não se baseia no conhecimento.
3 Porquanto, ignorando a justiça que vem de Deus e procurando estabelecer a sua própria, não se submeteram à justiça de Deus.
4 Porque o fim da Lei é Cristo, para a justificação de todo o que crê.