ODC284 Quinta

ODC284 Quinta-feira, 19 de setembro de 2019: Salmo 113; Êxodo 23:1-9; Romanos 3:1-8 OU Salmo 79:1-9; Jeremias 12:14-13:11; Romanos 3:1-8

Salmos Litúrgicos Livro V Vigésimo Terceiro Dia: Oração Matutina
Salmo 113 Laudate, pueri
ALELUIA! Louvem,vocês que servem ao SENHOR, * louvem o Nome do SENHOR.
2 Bendito seja o Nome do SENHOR, *desde agora e para sempre.
3 Desde o Oriente até o Ocidente, *seja louvado o Nome do SENHOR.
4 Excelso é o SENHOR acima de todas as nações; *sua glória está acima dos céus.
5 Quem é semelhante ao SENHOR nosso Deus, *que tem seu trono nas alturas?
6 E que, entretanto, se curva para prover * tanto nos céus como na terra.
7 Da humilhação, ele levanta a pessoa pobre, * e da miséria quem é indigente.
8 Para que assente ao lado de príncipes, *sim, dos príncipes do seu povo.
9 Faz que a estéril veja sua descendência, *como jubilosa mãe. Aleluia!


Êxodo 23:1-9
1 “Ninguém faça declarações falsas nem seja cúmplice do ímpio, sendo-lhe testemunha mal-intencionada.
2 “Não acompanhe a maioria para fazer o mal. Ao testemunhar num processo, não per­verta a justiça para apoiar a maioria,
3 nem para favorecer o pobre num processo.
4 “Se você encontrar perdido o boi ou o jumento que pertence ao seu inimigo, leve-o de volta a ele.
5 Se você vir o jumento de alguém que o odeia caído sob o peso de sua carga, não o aban­done, procure ajudá-lo.
6 “Não perverta o direito dos pobres em seus processos.
7 Não se envolva em falsas acu­sações nem condene à morte o inocente e o justo, porque não absolverei o culpado.
8 “Não aceite suborno, pois o suborno cega até os que têm discernimento e prejudica a causa do justo.
9 “Não oprima o estrangeiro. Vocês sa­bem o que é ser estrangeiro, pois foram estran­geiros no Egito.


Romanos 3:1-8
1 Que vantagem há então em ser judeu, ou que utilidade há na circuncisão?
2 Muita, em todos os sentidos! Principalmente porque aos judeus foram confiadas as palavras de Deus.
3 Que importa se alguns deles foram infiéis? A sua infidelidade anulará a fidelidade de Deus?
4 De maneira nenhuma! Seja Deus verdadeiro, e todo homem mentiroso. Como está escrito: “Para que sejas justificado nas tuas palavras e prevaleças quando fores julgado”.
5 Mas, se a nossa injustiça ressalta de maneira ainda mais clara a justiça de Deus, que diremos? Que Deus é injusto por aplicar a sua ira? (Estou usando um argumento humano.)
6 Claro que não! Se fosse assim, como Deus iria julgar o mundo?
7 Alguém pode alegar ainda: “Se a minha mentira ressalta a veracidade de Deus, aumentando assim a sua glória, por que sou condenado como pecador?”
8 Por que não dizer como alguns caluniosamente afirmam que dizemos: “Façamos o mal, para que nos venha o bem”? A condenação dos tais é merecida.

OU

Salmos Litúrgicos Livro III Décimo Sexto Dia: Oração Matutina
Salmo 79:1-9 Deus, venerunt
Ó DEUS, as nações se apossaram da tua herança; * profanaram o teu templo e reduziram Jerusalém a ruínas.
2 Deram os corpos de quem te servia às aves do céu: * e a carne de quem vivia a santidade aos animais da terra.
Derramaram seu sangue ao redor de Jerusalém, * e não houve quem lhes desse sepultura.
4 Somos vergonha para nossa vizinhança; * e escárnio e zombaria para quem nos rodeia.
5 Até quando, SENHOR? * Estarás tu irado para sempre?
6 Caia a tua ira sobre as pessoas rebeldes, * e sobre os reinos que não invocam o teu Nome.
7 Porque devoraram o teu povo, * e arrasaram suas moradas.
8 Esquece a maldade de nossos pais. * Que as tuas misericórdias nos encontrem, pois estamos muito abatidos.
9 Ajuda-nos, ó Deus da nossa salvação, pela glória do teu Nome; * livra-nos e perdoa os nossos pecados, por amor do teu Nome.


Jeremias 12:14-13:11
14 Assim diz o Senhor a respeito de todos os meus vizinhos, as nações ímpias que se apoderam da herança que dei a Israel, o meu povo: “Eu os arrancarei da sua terra, e arranca­rei Judá do meio deles.
15 Mas, depois de arrancá-los, terei compaixão de novo e os farei voltar, cada um à sua propriedade e à sua terra.
16 E, se aprenderem a comportar-se como o meu povo, e jurarem pelo nome do Senhor, dizen­do: ‘Juro pelo nome do ­Senhor’ – como antes ensinaram o meu povo a jurar por Baal -, então eles serão estabelecidos no meio do meu povo.
17 Mas, se não me ouvirem, eu arrancarei comple­tamente aquela nação e a destruirei”, declara o Senhor.
Jeremias 13:1-11
Um cinto de linho
1 Assim me disse o Senhor: “Vá comprar um cinto de linho e ponha-o em volta da cintura, mas não o deixe encostar na água”.
2 Comprei um cinto e o pus em volta da cintura, como o Senhor me havia instruído.
3 O Senhor me dirigiu a palavra pela segunda vez, dizendo:
4 “Pegue o cinto que você comprou e está usando, vá agora a Perate e esconda-o ali numa fenda da rocha”.
5 Assim, fui e o escondi em Perate, conforme o Senhor me havia ordenado.
6 Depois de muitos dias, o Senhor me disse: “Vá agora a Perate e pegue o cinto que ordenei a você que escondesse ali”.
7 Então fui a Perate, desenterrei o cinto e o tirei do lugar em que o havia escondido. O cinto estava podre e se tornara completamente inútil.
8 E o Senhor dirigiu-me a palavra, dizen­do:
9 “Assim diz o Senhor: Do mesmo modo também arruinarei o orgulho de Judá e o orgu­lho desmedido de Jerusalém.
10 Este povo ímpio, que se recusa a ouvir as minhas palavras, que age segundo a dureza de seus corações, seguindo outros deuses para prestar-lhes culto e adorá-los, que este povo seja como aquele cinto: completa­mente inútil!
11 Assim como um cinto se apega à cintura de um homem, da mesma forma fiz com que toda a comunidade de Israel e toda a comu­nidade de Judá se apegasse a mim, para que fosse o meu povo para o meu renome, louvor e honra. Mas eles não me ouviram”, declara o Senhor.

Romanos 3:1-8
1 Que vantagem há então em ser judeu, ou que utilidade há na circuncisão?
2 Muita, em todos os sentidos! Principalmente porque aos judeus foram confiadas as palavras de Deus.
3 Que importa se alguns deles foram infiéis? A sua infidelidade anulará a fidelidade de Deus?
4 De maneira nenhuma! Seja Deus verdadeiro, e todo homem mentiroso. Como está escrito: “Para que sejas justificado nas tuas palavras e prevaleças quando fores julgado”.
5 Mas, se a nossa injustiça ressalta de maneira ainda mais clara a justiça de Deus, que diremos? Que Deus é injusto por aplicar a sua ira? (Estou usando um argumento humano.)
6 Claro que não! Se fosse assim, como Deus iria julgar o mundo?
7 Alguém pode alegar ainda: “Se a minha mentira ressalta a veracidade de Deus, aumentando assim a sua glória, por que sou condenado como pecador?”
8 Por que não dizer como alguns caluniosamente afirmam que dizemos: “Façamos o mal, para que nos venha o bem”? A condenação dos tais é merecida.