Odc331 Quarta

Odc331 Quarta-feira, 13 de novembro de 2019 : Salmo 98; Zacarias 8: 1-17; João 5: 19-29 OU Salmos 123; Jó 25: 1-26: 14; João 5: 19-29

Salmos Litúrgicos Livro IV Décimo Nono Dia: Oração Vespertina
Salmo 98 Cantate Domino
CANTEM ao SENHOR um cântico novo, pois ele fez maravilhas; * sua mão e seu braço santo alcançaram a vitória.
2 O SENHOR manifestou sua salvação, * revelou justiça entre as nações.
3 Lembrou-se de sua bondade e fidelidade para com a casa de Israel; * viram os confins da terra a divina salvação.
4 Exaltem ao SENHOR, habitantes da terra, * exclamem, alegrem-se e cantem louvores.
5 Cantem louvores ao SENHOR com a harpa, * com a harpa e com voz de canto.
6 Com flauta e som de trombetas, * exultem na presença do SENHOR, o Rei.
7 Ruja o mar e sua plenitude, * o mundo e quem nele habita.
8 Batam palmas os rios; * unânimes aplaudam os montes ao SENHOR.
9 Ante a face do SENHOR, porque ele vem julgar a terra; * com justiça julgará o mundo, e os povos com imparcialidade.

Zacarias 8: 1-17
1 Mais uma vez veio a mim a palavra do Senhor dos Exércitos.
2 Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Tenho muito ciúme de Sião; estou me consumindo de ciúmes por ela”.
3 Assim diz o Senhor: “Estou voltando para Sião e habitarei em Jerusalém. Então Jerusalém será chamada Cidade da Verdade, e o monte do Senhor dos Exércitos será chamado monte Sagrado”.
4 Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Homens e mulheres de idade avançada volta­rão a sentar-se nas praças de Jerusalém, cada um com sua bengala, por causa da idade.
5 As ruas da cidade ficarão cheias de meninos e meninas brincando.
6 “Mesmo que isso pareça impossível para o remanescente deste povo naquela época, será impossível para mim?”, declara o Senhor dos Exércitos.
7 Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Salvarei meu povo dos países do oriente e do ocidente.
8 Eu os trarei de volta para que habitem em Jerusalém; serão meu povo e eu serei o Deus deles, com fidelidade e justiça”.
9 Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Vocês que estão ouvindo hoje estas palavras já proferidas pelos profetas quando foram lançados os alicerces do templo do Senhor dos Exércitos, fortaleçam as mãos para que o templo seja construído.
10 Pois antes daquele tempo não havia salários para os homens nem para os animais. Ninguém podia tratar dos seus negócios com segurança por causa de seus adversários, porque eu tinha posto cada um contra o seu próximo.
11 Mas agora não mais tratarei com o remanescente deste povo como fiz no passado”, declara o Senhor dos Exércitos.
12 “Haverá uma rica semeadura, a videira dará o seu fruto, a terra produzirá suas colhei­tas e o céu derramará o orvalho. E darei todas essas coisas como uma herança ao remanes­cente deste povo.
13 Assim como vocês foram uma maldição para as nações, ó Judá e Israel, também os salvarei e vocês serão uma bênção. Não tenham medo, antes, sejam fortes.”
14 Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Assim como eu havia decidido castigar vocês sem compaixão quando os seus antepassados me enfureceram”, diz o Senhor dos Exérci­tos,
15 “tam­bém agora decidi fazer de novo o bem a Jerusalém e a Judá. Não tenham medo!
16 Eis o que devem fazer: Falem somente a verdade uns com os outros e julguem reta­mente em seus tribunais;
17 não planejem no íntimo o mal contra o seu próximo e não queiram jurar com falsidade. Porque eu odeio todas essas coisas”, declara o Senhor.


João 5: 19-29
19 Jesus lhes deu esta resposta: “Eu digo verdadeiramente que o Filho não pode fazer nada de si mesmo; só pode fazer o que vê o Pai fazer, porque o que o Pai faz o Filho também faz.
20 Pois o Pai ama ao Filho e lhe mostra tudo o que faz. Sim, para admiração de vocês, ele lhe mostrará obras ainda maiores do que estas.
21 Pois, da mesma forma que o Pai ressuscita os mortos e lhes dá vida, o Filho também dá vida a quem ele quer.
22 Além disso, o Pai a ninguém julga, mas confiou todo julgamento ao Filho,
23 para que todos honrem o Filho como honram o Pai. Aquele que não honra o Filho, também não honra o Pai que o enviou.
24 “Eu asseguro: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não será condenado, mas já passou da morte para a vida.
25 Eu afirmo que está chegando a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e aqueles que a ouvirem viverão.
26 Pois, da mesma forma como o Pai tem vida em si mesmo, ele concedeu ao Filho ter vida em si mesmo.
27 E deu-lhe autoridade para julgar, porque é o Filho do homem.
28 “Não fiquem admirados com isto, pois está chegando a hora em que todos os que estiverem nos túmulos ouvirão a sua voz
29 e sairão; os que fizeram o bem ressuscitarão para a vida, e os que fizeram o mal ressuscitarão para serem condenados.


OU


Salmos Litúrgicos Livro V Vigésimo Sétimo Dia: Oração Matutina
Salmo 123 Ad te levavi oculos meos
A TI elevo os meus olhos, * ó tu, que habitas nos céus.
2 Tal como o servo que está atento à mão de seu SENHOR, e a serva à mão de sua senhora, * assim nossos olhos estão postos no SENHOR nosso Deus, até que tenha piedade de nós.
3 Tem piedade de nós, ó SENHOR, *tem piedade de nós, pois estamos fartos de desprezo.
4 Nossa alma está tomada pelo deboche de gente esbanjadora, * e pelo desdém de gente orgulhosa.


Jó 25: 1-26: 14
1 Então Bildade, de Suá, respondeu:
2 “O domínio e o temor pertencem
a Deus;
ele impõe ordem nas alturas,
que a ele pertencem.
3 Seria possível contar
os seus exércitos?
E a sua luz, sobre quem
não se levanta?
4 Como pode então o homem
ser justo diante de Deus?
Como pode ser puro
quem nasce de mulher?
5 Se nem a lua é brilhante
e nem as estrelas são puras
aos olhos dele,
6 muito menos o será o homem,
que não passa de larva,
o filho do homem,
que não passa de verme!”
Jó 26:1-14
1 Então Jó respondeu:
2 “Grande foi a ajuda que você deu
ao desvalido!
Que socorro você prestou
ao braço frágil!
3 Belo conselho você ofereceu
a quem não é sábio,
e que grande sabedoria você revelou!
4 Quem o ajudou a proferir
essas palavras,
e por meio de que espírito
você falou?
5 “Os mortos estão em grande angústia
sob as águas, e com eles sofrem os que nelas vivem.
6 Nu está o Sheol diante de Deus,
e nada encobre a Destruição.
7 Ele estende os céus do norte
sobre o espaço vazio;
suspende a terra sobre o nada.
8 Envolve as águas em suas nuvens,
e estas não se rompem
sob o peso delas.
9 Ele cobre a face da lua cheia
estendendo sobre ela as suas nuvens.
10 Traça o horizonte
sobre a superfície das águas
para servir de limite
entre a luz e as trevas.
11 As colunas dos céus estremecem
e ficam perplexas
diante da sua repreensão.
12 Com seu poder agitou
violentamente o mar;
com sua sabedoria
despedaçou o Monstro dos Mares.
13 Com seu sopro
os céus ficaram límpidos;
sua mão feriu a serpente arisca.
14 E isso tudo é apenas
a borda de suas obras!
Um suave sussurro
é o que ouvimos dele.
Mas quem poderá compreender
o trovão do seu poder?”


João 5: 19-29
19 Jesus lhes deu esta resposta: “Eu digo verdadeiramente que o Filho não pode fazer nada de si mesmo; só pode fazer o que vê o Pai fazer, porque o que o Pai faz o Filho também faz.
20 Pois o Pai ama ao Filho e lhe mostra tudo o que faz. Sim, para admiração de vocês, ele lhe mostrará obras ainda maiores do que estas.
21 Pois, da mesma forma que o Pai ressuscita os mortos e lhes dá vida, o Filho também dá vida a quem ele quer.
22 Além disso, o Pai a ninguém julga, mas confiou todo julgamento ao Filho,
23 para que todos honrem o Filho como honram o Pai. Aquele que não honra o Filho, também não honra o Pai que o enviou.
24 “Eu asseguro: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não será condenado, mas já passou da morte para a vida.
25 Eu afirmo que está chegando a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e aqueles que a ouvirem viverão.
26 Pois, da mesma forma como o Pai tem vida em si mesmo, ele concedeu ao Filho ter vida em si mesmo.
27 E deu-lhe autoridade para julgar, porque é o Filho do homem.
28 “Não fiquem admirados com isto, pois está chegando a hora em que todos os que estiverem nos túmulos ouvirão a sua voz
29 e sairão; os que fizeram o bem ressuscitarão para a vida, e os que fizeram o mal ressuscitarão para serem condenados.