Odc341 Segunda

Odc341 Segunda-feira, 25 de novembro de 2019 : Salmo 117; Jeremias 30: 1-17; Apocalipse 21: 5-27 OU Salmo 24; Jeremias 46: 18-28; Apocalipse 21: 5-27

Salmos Litúrgicos Livro V Vigésimo Quarto Dia: Oração Matutina
Salmo 117 Laudate Dominum
LOUVEM ao SENHOR todas as nações, * louvem-no todos os povos.
2 Porque é grande para conosco a sua benignidade, * e a verdade do SENHOR permanece para sempre, Aleluia!


Jeremias 30:1-17
1Esta é a palavra que veio a Jeremias da parte do Senhor:
2″Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Escreva num livro todas as palavras que eu falei a você.
3Certamente vêm os dias”, diz o Senhor, “em que mudarei a sorte do meu povo, Israel e Judá, e os farei retornar à terra que dei aos seus antepassados, e eles a possuirão”, declara o Senhor.
4Estas são as palavras que o Senhor falou acerca de Israel e de Judá:
5″Assim diz o Senhor:
“Ouvem-se gritos de pânico,
de pavor e não de paz.
6Pergunte e veja:
Pode um homem dar à luz?
Por que vejo, então, todos os homens
com as mãos no estômago,
como uma mulher em trabalho de parto?
Por que estão pálidos todos os rostos?
7Como será terrível aquele dia!
Sem comparação!
Será tempo de angústia para Jacó;
mas ele será salvo.
8″Naquele dia”,
declara o Senhor dos Exércitos,
“quebrarei o jugo
que está sobre o pescoço deles
e arrebentarei as suas correntes;
não mais serão escravizados
pelos estrangeiros.
9Servirão ao Senhor, ao seu Deus,
e a Davi, seu rei,
que darei a eles.
10″Por isso, não tema, Jacó, meu servo!
Não fique assustado, ó Israel!”,
declara o Senhor.
“Eu o salvarei de um lugar distante,
e os seus descendentes,
da terra do seu exílio.
Jacó voltará e ficará em paz
e em segurança;
ninguém o inquietará.
11Porque eu estou com você
e o salvarei”, diz o Senhor.
“Destruirei completamente
todas as nações
entre as quais eu o dispersei;
mas a você
não destruirei completamente.
Eu o disciplinarei, como você merece.
Não o deixarei impune”.
12Assim diz o Senhor:
“Seu ferimento é grave,
sua ferida, incurável.
13Não há quem defenda a sua causa;
não há remédio para a sua ferida,
que não cicatriza.
14Todos os seus amantes
esqueceram-se de você;
eles não se importam com você.
Eu a golpeei como faz um inimigo;
dei a você um castigo cruel,
porque é grande a sua iniquidade
e numerosos são os seus pecados.
15Por que você grita
por causa do seu ferimento,
por sua ferida incurável?
Fiz essas coisas a você
porque é grande a sua iniquidade
e numerosos são os seus pecados.
16″Mas todos os que a devoram
serão devorados;
todos os seus adversários
irão para o exílio.
Aqueles que a saqueiam
serão saqueados;
eu despojarei todos os que a despojam.
17Farei cicatrizar o seu ferimento
e curarei as suas feridas”,
declara o Senhor,
“porque a você, Sião,
chamam de rejeitada,
aquela por quem ninguém se importa”.

Apocalipse 21: 5-27
5Aquele que estava assentado no trono disse: “Estou fazendo novas todas as coisas!” E acrescentou: “Escreva isto, pois estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança”.
6Disse-me ainda: “Está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. A quem tiver sede, darei de beber gratuitamente da fonte da água da vida.
7O vencedor herdará tudo isto, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.
8Mas os covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade sexual, os que praticam feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos – o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre. Esta é a segunda morte”.
9Um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas aproximou-se e me disse: “Venha, eu mostrarei a você a noiva, a esposa do Cordeiro”.
10Ele me levou no Espírito a um grande e alto monte e mostrou-me a Cidade Santa, Jerusalém, que descia dos céus, da parte de Deus.
11Ela resplandecia com a glória de Deus, e o seu brilho era como o de uma joia muito preciosa, como jaspe, clara como cristal.
12Tinha um grande e alto muro com doze portas e doze anjos junto às portas. Nas portas estavam escritos os nomes das doze tribos de Israel.
13Havia três portas ao oriente, três ao norte, três ao sul e três ao ocidente.
14O muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles estavam os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro.
15O anjo que falava comigo tinha como medida uma vara feita de ouro, para medir a cidade, suas portas e seus muros.
16A cidade era quadrangular, de comprimento e largura iguais. Ele mediu a cidade com a vara; tinha dois mil e duzentos quilômetros de comprimento; a largura e a altura eram iguais ao comprimento.
17Ele mediu o muro, e deu sessenta e cinco metros de espessura, segundo a medida humana que o anjo estava usando.
18O muro era feito de jaspe e a cidade era de ouro puro, semelhante ao vidro puro.
19Os fundamentos dos muros da cidade eram ornamentados com toda sorte de pedras preciosas. O primeiro fundamento era ornamentado com jaspe; o segundo com safira; o terceiro com calcedônia; o quarto com esmeralda;
20o quinto com sardônio; o sexto com sárdio; o sétimo com crisólito; o oitavo com berilo; o nono com topázio; o décimo com crisópraso; o décimo primeiro com jacinto; e o décimo segundo com ametista.
21As doze portas eram doze pérolas, cada porta feita de uma única pérola. A rua principal da cidade era de ouro puro, como vidro transparente.
22Não vi templo algum na cidade, pois o Senhor Deus todo-poderoso e o Cordeiro são o seu templo.
23A cidade não precisa de sol nem de lua para brilharem sobre ela, pois a glória de Deus a ilumina, e o Cordeiro é a sua candeia.
24As nações andarão em sua luz, e os reis da terra lhe trarão a sua glória.
25Suas portas jamais se fecharão de dia, pois ali não haverá noite.
26A glória e a honra das nações lhe serão trazidas.
27Nela jamais entrará algo impuro, nem ninguém que pratique o que é vergonhoso ou enganoso, mas unicamente aqueles cujos nomes estão escritos no livro da vida do Cordeiro.


OU


Salmos Litúrgicos Livro 1 Quinto Dia: Oração Matutina
Salmo 24 Domini est terra
DO SENHOR é a terra e a sua plenitude; * o mundo e quem nele habita.
2 Pois foi ele quem a firmou sobre os mares; * quem a estabeleceu sobre as correntes.
3 Quem subirá ao monte do SENHOR? * Quem permanecerá em seu santo lugar?
4 A pessoa cujas mãos são inocentes e o coração é puro; * que não entrega sua alma à vaidade, nem jura dolosamente.
5 Esta pessoa receberá do SENHOR a bênção; * a justiça do Deus da sua salvação.
6 Tal é a geração de quem o busca; * de quem busca sua presença, ó Jacó.
7 Ergam, ó portas, as suas cabeças! * Levantem-se, eternos portais, para que entre o Rei da glória.
8 Quem é, pois, esse Rei da glória? * O SENHOR forte e poderoso; o SENHOR poderoso na luta.
9 Ergam, ó portas, suas cabeças! * Levantem-se, eternos portais, para que entre o Rei da glória.
10 Quem é, pois, esse Rei da glória? * Deus, SENHOR das Celestes Hostes, ele é o Rei da glória!


Jeremias 46:18-28
18″Juro pela minha vida”,
declara o Rei,
cujo nome é Senhor dos Exércitos,
“ele virá como o Tabor entre os montes,
como o Carmelo junto ao mar.
19Arrumem a bagagem para o exílio,
vocês que vivem no Egito,
pois Mênfis será arrasada,
ficará desolada e desabitada.
20″O Egito é uma linda novilha,
mas do norte a ataca
uma mutuca.
21Os mercenários em suas fileiras
são como bezerros gordos.
Eles também darão meia volta
e juntos fugirão;
não defenderão suas posições,
pois o dia da derrota deles
está chegando,
a hora de serem castigados.
22O Egito silvará
como uma serpente em fuga
à medida que o inimigo
avança com grande força.
Virão sobre ele com machados,
como os homens
que derrubam árvores.
23Eles derrubarão sua floresta”,
declara o Senhor,
“por mais densa que seja.
São mais que os gafanhotos;
são incontáveis!
24A cidade do Egito será envergonhada,
será entregue nas mãos
do povo do norte”.
25O Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel, diz: “Castigarei Amom, deus de Tebas, o faraó, o Egito, seus deuses e seus reis, e também os que confiam no faraó.
26Eu os entregarei nas mãos daqueles que desejam tirar-lhes a vida; nas mãos de Nabucodonosor, rei da Babilônia, e de seus oficiais. Mais tarde, porém, o Egito será habitado como em épocas passadas”, declara o Senhor.
27″Quanto a você, não tema,
meu servo Jacó!
Não fique assustado, ó Israel!
Eu o salvarei de um lugar distante;
e os seus descendentes,
da terra do seu exílio.
Jacó voltará e ficará em paz
e em segurança;
ninguém o inquietará.
28Não tema, meu servo Jacó!
Eu estou com você”,
declara o Senhor.
“Destruirei completamente
todas as nações entre as quais
eu o dispersei;
mas a você
não destruirei completamente.
Eu o disciplinarei como você merece;
não serei severo demais”.


Apocalipse 21: 5-27
5Aquele que estava assentado no trono disse: “Estou fazendo novas todas as coisas!” E acrescentou: “Escreva isto, pois estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança”.
6Disse-me ainda: “Está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. A quem tiver sede, darei de beber gratuitamente da fonte da água da vida.
7O vencedor herdará tudo isto, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.
8Mas os covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade sexual, os que praticam feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos – o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre. Esta é a segunda morte”.
9Um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas aproximou-se e me disse: “Venha, eu mostrarei a você a noiva, a esposa do Cordeiro”.
10Ele me levou no Espírito a um grande e alto monte e mostrou-me a Cidade Santa, Jerusalém, que descia dos céus, da parte de Deus.
11Ela resplandecia com a glória de Deus, e o seu brilho era como o de uma joia muito preciosa, como jaspe, clara como cristal.
12Tinha um grande e alto muro com doze portas e doze anjos junto às portas. Nas portas estavam escritos os nomes das doze tribos de Israel.
13Havia três portas ao oriente, três ao norte, três ao sul e três ao ocidente.
14O muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles estavam os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro.
15O anjo que falava comigo tinha como medida uma vara feita de ouro, para medir a cidade, suas portas e seus muros.
16A cidade era quadrangular, de comprimento e largura iguais. Ele mediu a cidade com a vara; tinha dois mil e duzentos quilômetros de comprimento; a largura e a altura eram iguais ao comprimento.
17Ele mediu o muro, e deu sessenta e cinco metros de espessura, segundo a medida humana que o anjo estava usando.
18O muro era feito de jaspe e a cidade era de ouro puro, semelhante ao vidro puro.
19Os fundamentos dos muros da cidade eram ornamentados com toda sorte de pedras preciosas. O primeiro fundamento era ornamentado com jaspe; o segundo com safira; o terceiro com calcedônia; o quarto com esmeralda;
20o quinto com sardônio; o sexto com sárdio; o sétimo com crisólito; o oitavo com berilo; o nono com topázio; o décimo com crisópraso; o décimo primeiro com jacinto; e o décimo segundo com ametista.
21As doze portas eram doze pérolas, cada porta feita de uma única pérola. A rua principal da cidade era de ouro puro, como vidro transparente.
22Não vi templo algum na cidade, pois o Senhor Deus todo-poderoso e o Cordeiro são o seu templo.
23A cidade não precisa de sol nem de lua para brilharem sobre ela, pois a glória de Deus a ilumina, e o Cordeiro é a sua candeia.
24As nações andarão em sua luz, e os reis da terra lhe trarão a sua glória.
25Suas portas jamais se fecharão de dia, pois ali não haverá noite.
26A glória e a honra das nações lhe serão trazidas.
27Nela jamais entrará algo impuro, nem ninguém que pratique o que é vergonhoso ou enganoso, mas unicamente aqueles cujos nomes estão escritos no livro da vida do Cordeiro.