Category: Santos mês 02

2 de fevereiro – Apresentação de Jesus no Templo

fev 28 2010

aprnsjc

Apresentação de Jesus no Templo:

Segundo a Lei de Moisés,  todo o primogênito deveria ser consagrado ao Senhor (Êx 13:2), portanto, deveria ficar no Templo ou ser resgatado mediante a oferenda simbólica de um cordeiro de um ano por holocausto e um  pombinho ou uma rola para expiação do pecado, diante da tenda da congregação ao sacerdote (Lev.12:6).

No Caso de poucas posses, ofertaria um casal de rolas e dois pombinhos (Lev. 12:8).

Toda a mulher ao dar à luz um menino era declarada “imunda” durante sete dias e no oitavo dia deveria levá-lo ao Templo para ser circuncidado (Lev. 12:2-3).

A mulher continuava por mais trinta e três dias em purificação, não podendo durante aquele período tocar em qualquer coisa dita santa (Lev.12:4).

Leia+

4 de fevereiro – Cornélio

fev 26 2010

Cornelio

1) (MESMO SENDO UM GENTIO, BUSCA A SALVAÇÃO, O QUE NOS MOSTRA QUE TODOS TÊM ACESSO À GRAÇA DE DEUS)

…At 10.1-8, “1 E havia em Cesaréia um homem por nome Cornélio, centurião da coorte chamada italiana, 2 Piedoso e temente a Deus, com toda a sua casa, o qual fazia muitas esmolas ao povo, e de contínuo orava a Deus. 3 Este, quase à hora nona do dia, viu claramente numa visão um anjo de Deus, que se dirigia para ele e dizia: Cornélio. 4 O qual, fixando os olhos nele, e muito atemorizado, disse: Que é, Senhor? E disse-lhe: As tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus;

Leia+

05 de fevereiro – Os Mártires do Japão, 1597

fev 24 2010

martiresjapao

A fé cristã  chegou ao Japão no século XVI pelos Jesuítas e mais tarde pelos missionários   Franciscanos.   Ao fim daquele século, havia provavelmente cerca de 300.000 convertidos batizados no Japão. Infelizmente, este começo promissor encontrou  reversos, causados por rivalidades entre grupos diferentes de missionários e intrigas políticas entre os governos da Espanha e Portugal, somando-se a tudo isto a disputa política interna entre as diversas facções do próprio governo japonês.  Como resultante, a perseguição aos cristãos se fez presente.  Em 1587 foi decretado o banimento da propagação da fé cristã no Japão. 

Leia+

15 de fevereiro, Thomas Bray

fev 22 2010

 

thomasbray

Thomas Bray, Presbítero e Missionário, 1730

Em 1696, Thomas Bray, um pároco de uma zona rural da Inglaterra, foi nomeado para fazer um relato sobre as condições da Igreja na colônia de Maryland. Em apenas dez semanas que passou na colônia ele promoveu uma radical reorganização e renovação da Igreja naquele local através de escolas para as crianças e sistematização dos exames para os candidatos ao Sagrado Ministério. Fundou trinta e nove  bibliotecas que emprestavam seus livros e várias escolas. Em  Maryland e no seu retorno a Inglaterra, escreveu e pregou em defesa dos direitas dos africanos escravizados e dos indígenas privados de suas terras. De volta à Inglaterra, trabalhou para a reforma das  condições das prisões e para o estabelecimento de uma Missão especialmente voltada para os prisioneiros. Persuadiu o general Oglethorpe a fundar uma colônia Americana (Geórgia) para o estabelecimento dos devedores como uma alternativa à prisão.  Fundou também uma sociedade de missionários, a  SPG –  Society for the Propagation of the Gospel (Sociedade para a Propagação do Evangelho) e uma sociedade educacional e publicadora, a  SPCK- Society for Promoting Christian Knowledge (Sociedade para Promover o Conhecimento Cristão), ambas em funcionamento até os dias atuais.

Por James Kiefer, livre tradução do Revdo. Josafá, fev 2006

23 de fevereiro – Policarpo, Bispo e Mártir de Esmirna, 156

fev 20 2010

 

policarpo

Policarpo, Bispo e Mártir de Esmirna, foi um dos grandes Pais Apostólicos. Diz a tradição que ele foi sagrado Bispo por São João Evangelista. Era de firme caráter, sábio e dotado de grande fé. Seu martírio aconteceu no governo de Marco Aurélio, que taxava os cristãos como inimigos do Império. Preso, atendeu educadamente aos soldados, dando-lhes comida e bebida.

Levado ao tribunal, foi instado a negar a Cristo. Diante do cônsul Estácio Quadrato, declarou: “Faz 86 anos que sirvo a Deus e nunca ele me fez mal algum. Como poderia blasfemar o meu Redentor?”  Policarpo foi queimado vivo em 156, embora para outros historiadores, 155.

Revdo. Josafá, Fev/2006