Category: Santos mês 9

19 de setembro – Teodoro de Tarso – Arcebispo de Cantuária, 690

maio 18 2013
theodoro-de-tarso

Teodoro de Tarso, 690
Gravura: www.antiochian-orthodox.co.uk

19 de setembro:

Teodoro de Tarso.
Na
sceu em Tarso, d.C. 602; morreu em Canterbury (Cantuária), em 690. 

Em 667, morreu em Roma o arcebispo eleito mas ainda não consagrado para Canterbury, Wighard. O papa São Vitaliano tomou as rédeas da situação e nomeou para a sé vacante um monge grego de Tarso, na Cilícia: Teodoro. Na época, ele ainda não era presbítero e tinha mais de sessenta anos. Essa surpreendente nomeação provou ser um evento da mais alta importância na história da Igreja na Inglaterra. Teodoro visitou todo o seu campo de ação, preencheu as sés vacantes e, em 672, presidiu o primeiro concílio de toda a Igreja inglesa, em Herford. Na Nortúmbria tratou com firmeza, mas consideradamente, das dificuldades entre São Vilfredo e São Ceadda, envolvendo-se, porém, em sérias divergências com Vilfredo sobre a divisão do bispado de York, pois a criação de novas sés era um compromisso de Teodoro. Suas realizações foram, principalmente, organização eclesiástica, administração e disciplina. Entretanto, a escola que fundou em Canterbury, dirigida pelo abade africano Santo Adriano, que viera com ele de Roma, conseguiu duradoura reputação. São Teodoro encontrou a Igreja na Inglaterra como um corpo missionário organizado e deixou-a como um ramo da Igreja universal, totalmente em ordem: sua estrutura sobreviveu às transformações sociais do século VI e é, ainda, a base do sistema diocesano naquele país. O bispo Stubbs, historiador, escreveu sobre São Teodoro: “É difícil, talvez impossível, descrever a divida que a Inglaterra, a Europa e a civilização cristã têm para com o trabalho de Teodoro”. O caráter de Teodoro pode ser inferido por tudo o que fez, pois sabe-se que suas decisões sobre problemas morais e canônicos foram grandemente respeitadas.

(extraído do livro Dicionário dos Santos – Donald Attwater)

20 de setembro – Jonh Coleridge Patteson, Martir, 1871

maio 17 2013

john-c-patteson20 DE SETEMBRO:
JOHN COLERIDGE PATTESON

Nasceu em Londres em 1827. Graduou-se pela Faculdade de Balliol, Oxford em 1849. Em 1855, o bispo George Selwyn de Nova Zelândia convida-o a pregar o Evangelho como voluntário na área do pacífico-sul. Aceitou o convite e lá, e fundou uma escola para nativos cristãos. Era perito em línguas, chegando a dominar vinte e três das línguas faladas na Polinésia e Melanésia do Pacífico Sul. Em 1861 foi consagrado bispo da Melanésia.   Por questões da política interna, foi assassinado juntamente com outros companheiros de missão em 20 de setembro de 1871.

Fonte:http://www.satucket.com/lectionary/John_Patteson.htm

21 de Setembro – SÃO MATEUS, APÓSTOLO E EVANGELISTA

maio 16 2013

sao mateus21 de Setembro:
São Mateus Apóstolo (~0 – ~50)

Apóstolo de Cristo escritor do primeiro dos três evangelhos sinóticos (os outros são os de Marcos e Lucas), que tem sido o mais utilizado pela igreja. Em hebraico o mesmo que Matias ou Matatias, significando presente (mathath) de Javé (Iah) ou dom de Deus, de acordo com o seu próprio Evangelho (9:9-13), seu nome original era Levi, filho de Alfeu, e foi chamado por Jesus junto ao mar da Galiléia, em Cafarnaum, quando trabalhava como publicano a serviço de Herodes Antipas. Era publicano, ou seja, cobrador de impostos, justamente a classe muito odiada na época de Jesus, por cobrarem impostos dos judeus para serem entregues às autoridade romanas. Apesar de sua profissão anterior de coletor de impostos, foi Judas Iscariotes, porém, que teve o encargo de caixa da pequena comunidade apostólica. Embora conste da relação dos apóstolos, geralmente ao lado de são Tomé, o Novo Testamento oferece informação escassa e incerta sobre ele. Da sua atividade após o Pentecostes, conhece-se somente as admiráveis páginas do seu evangelho, primitivamente redigido em aramaico. Denominado de primeiro evangelho, nele há mais ênfase ao aspecto humano e genealógico de Jesus. Fora do Evangelho, segundo Eusébio de Cesaréiaem sua Historia ecclesiae (História da igreja), a única referência histórica a seu respeito é uma citação do bispo Papias de Hierápolis, do século II. Também não se conhecem versões conclusivas sobre sua morte, embora fontes menos críveis, referenciam narrações dos sofrimentos e do seu martírio, apedrejado, queimado e decapitado na Etiópia, de onde as relíquias do santo teriam sido transportadas para Paestum. Depois, essas relíquias foram levadas para a cidade italiana de Salerno (1080), onde até hoje se encontram e sejam consideradas pelos mais crentes como verdadeiramente do santo. Apóstolo e evangelista, pela tradição ele pregou pela Judéia, Etiópia e Pérsia e a igreja romana celebra sua festa em 21 de setembro, e a grega em 16 de novembro e seu símbolo como evangelista é o anjo.
Fontes: Figura: tesourosdaigrejacatolica.blogspot.com http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/SaoMateu.html

25 de setembro – São Sérgio

maio 13 2013

sao-sergio

25 de setembro: São Sérgio.
“Contemplando a Santíssima Trindade, vencer a odiosa divisão deste mundo ”

Esta frase reflete a alma contemplativa do Santo de hoje, São Sérgio, considerado o “São Bento” da Rússia cristã. Na antiga Rússia o cristianismo penetrou por volta do século IX, sendo Vlademiro, o primeiro príncipe a se converter ao cristianismo, isto em 1010.

A Religião do Cristo esteve sempre na Rússia, ligada mais ao Oriente do que a Roma. Monge Sérgio, tornou-se o grande evangelizador do século XIV, pois através de numerosos mosteiros irradiava a cultura e a verdadeira fé.

Após deixar o declínio da vida monástica na Rússia, Sergio experimentou, com seu irmão, a construção, numa floresta virgem, de uma capela dedicada a Santíssima Trindade, devoção desconhecida naquele povo.

O irmão não agüentou, mas com firmeza e santidade, o Santo de hoje, atraiu a muitos, até que edificaram um mosteiro em louvor a Santíssima Trindade.

Ordenado sacerdote para o melhor exercício da vocação de formar os monges na fundamental regra da oração e do trabalho, viveu São Sergio: os “filhos”, a pobreza, a mansidão e total confiança na Divina Providência.

São Sérgio, escreveu tanto, que é considerado o grande educador nacional do povo russo. Faleceu com quase 80 anos de idade, em 25 de setembro de 1392 no mosteiro da Santíssima Trindade.

Fonte: Canção Nova

26 de setembro – Lancelot Andrewes, Bispo de Wuinchester, 1626

maio 12 2013

lanceloti-andrewes26 de Setembro: Lancelot Andrewes (1555-1626), Bispo de Winchester


A história da Bíblia na língua inglesa está intimamente ligada a Lancelot Andrewes:

A primeira tradução para o inglês, de John Wycliffe, havia caido no esquecimento.

A reforma da Igreja da Inglaterra por Henrique VIII foi precedida e acompanhada pelas traduções de William Tyndale (Novo Testamento em 1525, Pentateuco em 1531), em estilo solene e arcaico.

Em 1535, Miles Coverdale traduziu a Bíblia inteira, tradução oficialmente aceita depois da revisão pelo arcebispo Cranmer, em 1540.

Adeptos de uma reforma mais radical, William Whittingham e outros criaram em 1560 a Bíblia de Genebra, texto lido pelos puritanos, pelos Pilgrim Fathers na América e por Cromwell.

Rejeitando o texto dos calvinistas de Genebra, a Igreja Anglicana mandou fazer outra tradução, a do arcebispo Matthew Parker e de outros bispos (Bishop’s Bible, 1568).

O bispo Lancelot Andrewes foi o coordenador de uma Comissão de 47 tradutores que produziram a “Authorized Version” ou ainda KJV (King James Version), cuja  primeira publicação data de 1611. Escritor e orador eloqüente, versado em latim, grego e hebraico além de diversas outras línguas. São ditas como suas, frases que se tornaram de domínio público como: “Quanto mais próximo da Igreja, mais longe de Deus” e  “Qual é a única aptidão comum a todos os homens? É a aptidão de mudar”.

 

Foto: http://satucket.com/lectionary/LAndrewes.htm