Category: Santos mês 09

8 de setembro – Natividade da virgem Maria

maio 27 2013

Natividade-de-Maria8 de setembro – Natividade da virgem Maria

“Os escritos apócrifos (não fidedignos) dizem que seus pais foram Ana e Joaquim, mais tarde Santa Ana e São Joaquim, vindo a sua concepção a acontecer tendo estes já idade avançada.
 
O Novo Testamento cita os lugares, prováveis ou históricos da sua vida terrena: Nazaré, onde nasceu e viveu (embora alguns estudiosos apontem Jerusalém); Belém, onde nasceu Jesus; Egipto, onde se refugiou quando da perseguição de Herodes e Jerusalém, onde apresentou Jesus no Templo, acompanhou o desenrolar da Paixão de Cristo e onde morreu. Conquanto, seja citada também a cidade de Éfeso como local onde terá passado os seus últimos dias”.

 

Do livro “Festas e tradições Portuguesas”, Vol. VII
Ed. Círculo de Leitores
http://sarrabal.blogs.sapo.pt/59514.html

 

13 de setembro – Cipriano, Bispo e Mártir de Cartago, 258

maio 26 2013

ciprianoTáscio Cecílio Cipriano era o nome de São Cipriano. Nasceu no norte da África, provavelmente em Cartago, entre os anos 200 e 210 dC. Filho de família abastada, recebeu formação superior, dedicando-se à oratória e advocacia. Converteu-se ao Cristianismo, já adulto, por volta de 245. Três anos depois foi eleito bispo de Cartago. Foi degolado nas imediações da cidade, na presença de grande multidão de cristãos e pagãos, aos 14 de setembro de 258, durante a perseguição de Valeriano.

A Igreja na época de São Cipriano vivia intenso fervor. As sangrentas perseguições, que desde Nero (ano 64 dC) a sacudiam, somente faziam aumentar o fervor, e os mártires entregavam suas vidas com amor e fé.

Mesmo com todo este fervor, surgiam grupinhos de hereges que, desejosos de ‘autonomia’, pregavam uma doutrina diferente da dos Apóstolos e dos Bispos da Santa Igreja de Cristo. Para combater estas heresias, Cipriano divulga por volta do outono do ano de 251, como ele mesmo diz, um livrinho de conduta cristã denominado: “Catholicae Ecclesiae Unitate” – “A Unidade da Igreja Católica”.

Leia+

14 de setembro – DIA DA SANTA CRUZ

maio 25 2013
sta-cruz

Gravura, imagensdabiblia.

14 de setembro:  SANTA CRUZ    (TSSF, CD253)

            Nos reunimos com São Francisco, neste dia, para exaltar a Santa Cruz, que é fonte de santidade e símbolo revelador da vitória de Jesus sobre o pecado, a morte e o demônio; também na Cruz encontramos o maior sinal do amor de Deus, por isso : “Nós, porém, pregamos um Messias crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os pagãos ” (I Cor 1,23). Esta festividade está ligada à dedicação de duas importantes basílicas construídas em Jerusalém por ordem de Constantino, filho de Santa Helena. Uma, construída sobre o Monte do Gólgota e outra, no lugar em que Cristo Jesus foi sepultado e ressuscitado pelo poder de Deus. A dedicação destas duas basílicas remonta ao ano 335, quando a Santa Cruz foi exaltada ou apresentada aos fiéis. Encontrada por Santa Helena, foi roubada pelos persas e resgatada pelo imperador Heráclio. A Cruz está guardada na tradição de Francisco por causa da dedicação dele no coração.  

Coleta: Onipotente Deus, cujo Filho bem-amado por nós se ofereceu para sofrer vergonha e dor sobre a cruz; afasta de nossos corações a covardia e dá-nos coragem para tomarmos a nossa cruz e sofrer        com  paciência em seu trabalho, pelo mesmo teu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, que vive e reina 
contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém.

 

14 de setembro:  SANTA CRUZ

Há duas importantes basílicas construídas em Jerusalém por ordem de Constantino, filho de Santa Helena. Uma foi construída sobre o Monte do Gólgota, por isso se chama Basílica do Martyrium ou Ad Crucem. A outra foi construída no lugar em que Cristo Jesus foi sepultado e foi ressuscitado pelo poder de Deus, por isto é chamada Basílica Anástasis, ou seja, Basílica da Ressurreição.
A dedicação destas duas basílicas remonta ao ano 335, quando a Santa Cruz foi exaltada ou apresentada aos fiéis. Encontrada por Santa Helena, foi roubada pelos persas e resgatada pelo imperador Heráclio. Segundo contam, o imperador levou a Santa Cruz às costas desde Tiberíades até Jerusalém, onde a entregou ao Patriarca Zacarias, no dia 3 de maio de 630. A partir daí a Festa da Exaltação da Santa Cruz passou a ser celebrada no Ocidente. Tal festividade lembra aos cristãos o triunfo de Jesus, vencedor da morte e ressuscitado pelo poder de Deus.

(Cf. ALVES, José Benedito. Os Santos de cada dia, São Paulo, Paulinas, 1998)

 

19 de setembro – Teodoro de Tarso – Arcebispo de Cantuária, 690

maio 18 2013
theodoro-de-tarso

Teodoro de Tarso, 690
Gravura: www.antiochian-orthodox.co.uk

19 de setembro:

Teodoro de Tarso.
Na
sceu em Tarso, d.C. 602; morreu em Canterbury (Cantuária), em 690. 

Em 667, morreu em Roma o arcebispo eleito mas ainda não consagrado para Canterbury, Wighard. O papa São Vitaliano tomou as rédeas da situação e nomeou para a sé vacante um monge grego de Tarso, na Cilícia: Teodoro. Na época, ele ainda não era presbítero e tinha mais de sessenta anos. Essa surpreendente nomeação provou ser um evento da mais alta importância na história da Igreja na Inglaterra. Teodoro visitou todo o seu campo de ação, preencheu as sés vacantes e, em 672, presidiu o primeiro concílio de toda a Igreja inglesa, em Herford. Na Nortúmbria tratou com firmeza, mas consideradamente, das dificuldades entre São Vilfredo e São Ceadda, envolvendo-se, porém, em sérias divergências com Vilfredo sobre a divisão do bispado de York, pois a criação de novas sés era um compromisso de Teodoro. Suas realizações foram, principalmente, organização eclesiástica, administração e disciplina. Entretanto, a escola que fundou em Canterbury, dirigida pelo abade africano Santo Adriano, que viera com ele de Roma, conseguiu duradoura reputação. São Teodoro encontrou a Igreja na Inglaterra como um corpo missionário organizado e deixou-a como um ramo da Igreja universal, totalmente em ordem: sua estrutura sobreviveu às transformações sociais do século VI e é, ainda, a base do sistema diocesano naquele país. O bispo Stubbs, historiador, escreveu sobre São Teodoro: “É difícil, talvez impossível, descrever a divida que a Inglaterra, a Europa e a civilização cristã têm para com o trabalho de Teodoro”. O caráter de Teodoro pode ser inferido por tudo o que fez, pois sabe-se que suas decisões sobre problemas morais e canônicos foram grandemente respeitadas.

(extraído do livro Dicionário dos Santos – Donald Attwater)

20 de setembro – Jonh Coleridge Patteson, Martir, 1871

maio 17 2013

john-c-patteson20 DE SETEMBRO:
JOHN COLERIDGE PATTESON

Nasceu em Londres em 1827. Graduou-se pela Faculdade de Balliol, Oxford em 1849. Em 1855, o bispo George Selwyn de Nova Zelândia convida-o a pregar o Evangelho como voluntário na área do pacífico-sul. Aceitou o convite e lá, e fundou uma escola para nativos cristãos. Era perito em línguas, chegando a dominar vinte e três das línguas faladas na Polinésia e Melanésia do Pacífico Sul. Em 1861 foi consagrado bispo da Melanésia.   Por questões da política interna, foi assassinado juntamente com outros companheiros de missão em 20 de setembro de 1871.

Fonte:http://www.satucket.com/lectionary/John_Patteson.htm